Ex-AD Guarulhos, Willyam Martins espera fazer história com a camisa do LZS Starowice

LANCE!
·2 minuto de leitura


Diz o ditado futebolístico que atacante vive de gols. E seguindo à risca este dito, o atacante brasileiro Willyam Martins, campeão capixaba de 2020 pelo Rio Branco de Venda Nova (ES) e com passagem pela AD Guarulhos, espera manter o ritmo e fazer história na terra de Robert Lewandowski com a camisa do LZS Starowice (POL). Em três partidas na IV Liga Polonesa, ele marcou três gols e sua equipe ocupa a vice-liderança daquela competição nacional.

Veja a tabela do Inglês

- Quero deixar a minha marca no futebol polonês e ajudar o LZS Starowice (POL) à subir de divisão no Campeonato Polonês. Essa é a minha segunda passagem pelo futebol do Velho Continente, e por ironia do destino, desta vez, na terra de Robert Lewandowski, melhor jogador do mundo e um exímio atacante - declarou o atacante brasileiro Willyam Martins.

Com três jogos a menos que o líder Ruch Zdzieszowice (POL), que tem 57 pontos, o LZS Starowice (POL) ocupa a vice-liderança da IV liga BS Leśnica 2020/2021 com 48 pontos. Apenas o campeão ascende para a Liga III do Campeonato Polonês. Antes de partir para o futebol europeu, Martins conquistou o título do Campeonato Capixaba com a camisa do Rio Branco de Venda Nova (ES).

- Cheguei na Polônia no dia 25 de janeiro e estou tendo, até o momento, uma boa adaptação ao futebol polonês. Mas, ainda, preciso me adaptar aos jogos na neve. Não é nada fácil, mas vamos encarar esse desafio. Espero fazer mais gols e terminar a temporada com mais um título no currículo e acesso para o LZS Starowice (POL) - concluiu.

O atleta brasileiro atuou nas categorias de base do Avaí, Caxias e Chapecoense, além de uma passagem pelo Atlético Aichinger (SC). Depois vestiu do Grêmio Prudente e Vocem antes de partir para o futebol português. Na “Terra de Cabral”, ele defendeu o Tourizense (POR) e Peniche (POR), que disputavam a terceira divisão do Campeonato Português. Em Portugal foram 31 jogos disputados e 7 gols marcados. Ele também defendeu as cores do Rio Branco de Venda Nova (ES).