Everson diz que precisa melhorar, mas destaca que não teve nenhum erro grotesco no gol do Atlético-MG

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


O goleiro Everson já está perto de completar um turno jogando pelo Galo. Diante do Atlético-GO, no próximo domingo, 17 de janeiro, no Mineirão, ele fará o 19º jogo com a camisa alvinegra. E, apesar de ter se adaptado já ao time, ainda não conseguiu ganhar a confiança totalmente do torcedor.

Everson admite que precisa melhorar, mas que não teve nenhum grande erro que pudesse comprometer a equipe no Brasileirão.

O arqueiro foi um pedido de Jorge Sampaoli, que comandou o jogador no Santos. Ao ser confirmado como atleta do Galo, assumiu a posição e ganhou a confiança do treinador, principalmente por suas habilidades com os pés, que ajudam na construção de jogadas.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DA SÉRIE A DO BRASILEIRÃO

- Procuro trabalhar. Sabemos que a responsabilidade de jogar no Atlético é grande. Não só por ser o Atlético, mas pelo grupo de goleiros que temos. Trabalho focado. Sei que não tive erro grotesco que gerou gol, impactou no resultado. Mas posso melhorar para continuar representando bem a meta do Atlético, cabe a mim trabalhar, respeitar os companheiros e quem o professor Sampaoli optar, irá representar bem o Atlético - disse Everson.

O titular da meta do Atlético sofreu 25 gols em 18 jogos, o que mostra que o setor defensivo alvinegro ainda está longe de ser estável, algo que tem feito falta em algumas situações no campeonato. Com Everson em campo, ele conseguiu nove vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

- Como sempre frisei. Jogar aqui tem responsabilidade grande, ainda mais tendo o maior ídolo da história do clube na suplência, e o Rafael, que é grande goleiro, todos aqui do Estado, não só do Estado, mas do Brasil, sabem da qualidade. Foi campeão mineiro pela equipe do Galo. Completei um turno contra o Bragantino, foi um turno bom, mas que dá para melhorar. Dá para melhorar, vamos trabalhar para estar lá em cima nas 10 partidas restantes-concluiu.