Everson celebra noite e fala da responsabilidade de bater o último pênalti: 'vai ser difícil dormir'

·1 minuto de leitura


Foi no sufoco, na emoção dos pênaltis. O Atlético-MG garantiu vaga nas quartas de final da Libertadores ao vencer o Boca Juniors por 3 a 1 nas penalidades após empate em 0 a 0 no tempo normal.

O nome da noite foi o goleiro Éverson, que foi de quase vilão a herói em pouco tempo. Ele havia falhado no gol do Boca, que foi anulado pelo VAR, mas pegou duas cobranças do time argentino e ainda fez o gol que classificou o Galo à próxima fase, quando irá enfrentar Argentino Juniors ou River Plate.

O goleiro falou dessa "montanha-russa" de emoções, afirmando que será complicado dormir depois do duelo intenso contra os argentinos. Veja o que Everson disse nos vídeos da matéria.

Everson teve uma noite de quase vilão, para ser o herói do Galo na passagem às quartas de final da Libertadores
Everson teve uma noite de quase vilão, para ser o herói do Galo na passagem às quartas de final da Libertadores

Everson teve uma noite de quase vilão, para ser o herói do Galo na passagem às quartas de final da Libertadores-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos