Em evento com presença de Cafu, patrocinadora exibe taça da Copa de 2018

A tão almejada taça da Copa do Mundo de 2018 está em solo brasileiro. Na manhã desta segunda-feira, em evento realizado em um espaço reservado no Parque Villa-Lobos, em São Paulo, jornalistas se reuniram para conhecer o troféu que é o sonho de todas as seleções de futebol do mundo. Para a apresentação, ninguém menos que o pentacampeão mundial Cafu foi chamado para realizar a exibição do objeto mais cobiçado das nações no ano de 2018.

Feliz por rever a taça, Cafu revelou sentir muita emoção mesmo quase 15 anos após ter levantado o troféu da Copa do Mundo, em 2002. O lateral pentacampeão do mundo repetiu o gesto realizado após o título mundial no Japão e descreveu a sensação.

“Realmente é inexplicável. A cada momento que levanto a taça e faço este gesto, volta a emoção do título. Dá a sensação de dever cumprido, de ter conseguido ser campeão com a seleção brasileira”, declarou o pentacampeão Cafu.

O ex-jogador da Seleção também revelou que o fato de ter sido o capitão na Copa do Mundo de 2002 e levantado a taça do pentacampeonato mudou sua vida. “Lógico que mudou muito minha vida. Represento o Brasil mundialmente em eventos. Me sinto muito orgulhoso, sempre uma honra enorme levantar a taça do mundo”, completou.

O evento, promovido pela Visa, patrocinadora oficial da Copa da Rússia de 2018, contou com uma breve apresentação de vídeo, que resumiu em alguns segundos a trajetória de todas as seleções campeãs desde a primeira edição do Mundial, em 1930. Logo após, a taça surgiu e ficou em exposição para os jornalistas e convidados.

Único presente a poder colocar as mãos na taça, já que somente jogadores campeões e chefes de estado têm o direito a tocar o troféu, Cafu segurou o objeto por alguns instantes e afirmou, de maneira bem-humorada, estar com seu “bebê no colo”.

A Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia, terá início no dia 14 de junho. Até o momento, somente a seleção anfitriã, que tem direito a uma vaga, está classificada. O Brasil, no entanto, está muito próximo de garantir seu lugar, podendo assegurar já nesta terça-feira caso vença o Paraguai e conte com uma combinação de resultados nas Eliminatórias Sul-Americanas.

especial para a Gazeta Esportiva*