Evento do Bahrein convoca promessas do MMA para show no Brasil

Yahoo Esportes
Cleiton Predador coloca seu cinturão em jogo em Balneário Camboriú (Divulgação Brave CF)
Cleiton Predador coloca seu cinturão em jogo em Balneário Camboriú (Divulgação Brave CF)

O Brave Combat Federation começou a montar o card para sua quinta edição no Brasil, agendada para 28 de março em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O evento será liderado pela disputa de cinturão entre Cleiton Predador, campeão dos leves (70kg), e Guram Kutateladze.

O blog apurou que mais três lutas já foram acertadas. Marcel Adur, natural da cidade catarinense, duelará com o canadense Malcolm Gordon. Geraldo “Luan Santana”, peso-meio-médio (77kg) de Rondonópolis, mede forças com Rami Hamed. Daniel Willycat, talento da tradicional equipe Chute Boxe, enfrenta o alemão Rany Saadeh.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A organização árabe planejava fazer um duelo de veteranos do UFC entre Lucas Mineiro e Felipe Silva, mas o blog apurou que Silva precisou deixar o card por conta de uma lesão. Segundo fontes, o Brave CF ainda busca novo adversário para manter Mineiro no card de março.

Outro duelo já definido pela organização coloca Luan Miau, ex-campeão peso-leve da organização e companheiro de equipes de Luan Santana em Curitiba, diante de Amin Ayoub.

Com o retorno do Brave CF ao Brasil, o país se iguala ao Bahrein em números de edições, mas supera — e muito — qualquer outro país quando o assunto é atletas em ação. Até hoje, 76 atletas brasileiros entraram na jaula do Brave CF em 34 shows. Além de Predador, o Brasil detém o cinturão dos médios (84kg) da franquia, em posse de Daniel Gaúcho.

Leia também