Evento histórico do Vasco no passado pode inspirar novo acesso para um futuro glorioso

Vasco precisa apenas empatar com o Ituano para estar na Série A do Brasileirão (Reprodução/Divulgação/Vasco)


100 anos separam dois acessos do Vasco. Em 1922, o Cruz-Maltino subiu da Série B para a Série A do Campeonato Carioca. Agora, em 2022, o time pode se inspirar neste feito pioneiro para garantir o retorno à elite do futebol brasileiro e recolocar o Gigante no seu devido lugar de destaque no cenário nacional.

+ Veja a tabela da Série B

Para entender melhor o contexto, o L! entrou em contato com o historiador do Vasco, Walmer Peres. O Coordenador do Centro de Memória do clube explicou que naquela época, a Primeira Divisão da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres era dividida em Séries A e B.

Na ocasião, o América venceu a Série A e o Cruz-Maltino a Série B. Porém, para ter o direito a subir para Primeira Divisão do Carioca, teria que enfrentar o São Cristóvão, o último colocado da elite do futebol do Rio de Janeiro.

O Gigante da Colina empatou em 0 a 0 com o São Cristóvão e a Liga optou por não organizar outro confronto de desempate. Sendo assim, o time da Colina História subiu e o adversário foi rebaixado naquele ano.

+ Vasco divulga lista de relacionados para o jogo contra o Ituano

O acesso da equipe de São Januário também passa pelos pés das crias da base, que deram o gás nesta reta final. É verdade que as competições e os contextos são diferentes. Contudo, se o placar for o mesmo de 100 anos atrás, o Vasco estará na Série A do Brasileirão em 2023.