Europa começa a definir seleções para Copa do Mundo 2018

Dois milhões de dólares teriam sido pagos à filha de 10 anos de um membro da Fifa antes da escolha do Catar para sede da Copa do Mundo de 2022

A Europa começa a definir neste fim de semana as seleções que vão participar da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, com a disputa da quinta rodada das eliminatórias, metade do caminho andado para as seleções do Velho Continente.

Alemanha, Bélgica e Suíça são as únicas seleções que somaram 12 pontos nos primeiros quatro jogos e podem praticamente garantir a classificação se vencerem o próximo confronto.

O atual campeão do mundo já poderá começar a pensar no passaporte para a Rússia, onde defenderá o título, se vencer o Azerbaijão, no domingo. Os adversários ocupam a segunda colocação do grupo C, empatados em pontos com a Irlanda do Norte e a cinco dos alemães.

Apesar do desfalque do capitão Manuel Neuer e da incerteza de peças importantes que não jogaram o amistoso contra a Inglaterra, o técnico Joachim Löw conta com um grupo de bons jogadores para superar o duelo.

A vitória dos tetra campeões mundiais significaria deixar o terceiro colocado a 7 pontos de distância, caso a República Tcheca vença o San Marino. A diferença é quase irreversível, mas vale lembrar que apenas o primeiro colocado tem vaga garantida no Mundial.

Os oito melhores segundos colocados vão participar de uma repescagem de ida e volta, de onde saem os quatro últimos classificados da zona Uefa.

Outros campeões do mundo, Espanha e Itália, vão abrir a rodada na sexta-feira contra Israel e Albânia, respectivamente. Empatados em 10 pontos, os vencedores do mundial precisam de vitória para seguir na briga pela primeira posição do grupo G e vão usar o fator casa para se imporem aos rivais.

- Ronaldo e Bale obrigados a vencer -

País de Gales e sua estrela Gareth Bale precisam vencer em sua visita à Irlanda para manterem vivas as chances de classificação para o Mundial. Se conseguir a vaga, a seleção tem chance de repetir a grande atuação na última Eurocopa, da qual foi eliminada na semifinal por Portugal, futuro campeão do torneio.

Croácia e Ucrânia também entrarão em campo na sexta-feira no duelo decisivo pela liderança do grupo I, com Islândia na terceira colocação a um ponto dos ucranianos e a três dos líderes croatas.

No sábado, Bélgica e Suíça podem dar passo decisivo para suas classificações. Os Diabos Vermelhos recebem a Grécia, vice colocada do grupo H, e podem abrir cinco pontos caso vençam o confronto.

Suíça também tem cem por cento de aproveitamento e enfrenta a Letônia, em duelo aparentemente mais tranquilo. O time dos Alpes tem chance de pressionar Portugal de Cristiano Ronaldo, a três pontos de distância na liderança do grupo B.

Também no sábado, os duelos do grupo A serão disputados e as favoritas França e Holanda viajam para enfrentar Luxemburgo e Bulgária, respectivamente.

Suécia, empatada em 7 pontos com os holandeses e a três pontos dos franceses, recebem a Bielorrússia com os planos de somarem três pontos e se aproximarem do topo.

No domingo, a Inglaterra entra em campo e a líder do grupo F vem de derrota no amistoso contra a Alemanha. Os ingleses enfrentam a Lituânia e torcem por um favor dos vizinhos escoceses, que recebem a Eslovênia, vice líder da chave.

Por fim, a Polônia também tem chance de dar grande passo para a classificação se vencer Montenegro pelo grupo E. Romênia e Dinamarca se enfrentam em duelo dramático, já que quem perder via dar adeus ao Mundial.