Euro 2020 fica ameaçada pelo coronavírus e sedes entram em alerta

Goal.com

A epidemia do coronavírus Covid-19 está deixando a Europa em alerta e o futebol não fica de fora. Partidas foram adiadas, outras realizadas de portões fechados e novo protocolos foram adotados - o Newcastle, da Inglaterra proibiu os apertos de mão -, o vírus agora está ameaçando a Europa de 2020.

Programada para acontecer entre os dias 12 de junho e 12 de julho, com 12 cidades sede, a Eurocopa não teve o seu adiamento descartado pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino. A preocupação é a transmissão do coronavírus, principalmente por conta da circulação de pessoas e aglomerações. 

Durante um congresso da UEFA, Infantino declarou que tudo depende da cenário mais próximo à data do evento. “Não podemos descartar nada, mas não podemos entrar em pânico. Pessoalmente, não estou preocupado, mas devemos avaliar seriamente a situação, embora esperamos não avançar em direção a uma suspensão de eventos em escala mundial", disse.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Mascherine Coronavirus - Genoa Lazio
Mascherine Coronavirus - Genoa Lazio
Foto:Getty

Somando todas as sedes já são 2.445 casos confirmados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Só na Itália, epicentro do vírus na Europa, são 2.036 confirmações. A Hungria é o único dos países que vai sediar a Euro que não possui nenhum caso confirmado.

Alguns países estão tomando medidas para evitar a transmissão dos vírus, a principal recomendação é para que as pessoas mantenham a calma e que os hábitos de higiene sejam intensificados. Além disso, as viagens devem ser evitadas o máximo possível.

Veja o número de casos confirmados por país que tem cidade sede na Euro: 

Azerbaijão

Baku

3 casos confirmados

Dinamarca

Copenhague

8 casos confirmados

Holanda

Amsterdã

18 casos confrimados

Reino Unido

Glasgow/Londres

44 casos confirmados

Irlanda

Dublin

1 caso confrimado

Alemanha

Munique

188 casos confirmados

Rússia

São Petesburgo

3 casos confirmados

Itália

Roma

2.036 casos confirmados

Hungria

Budapeste

0 casos confirmados

Romênia

Bucareste

3 casos confirmados

Espanha

Bilbao

151 casos confirmados

COMO CADA SEDE ESTÁ LIDANDO COM O VÍRUS:

AZERBAIJÃO

Baku Stadion view stadium
Baku Stadion view stadium
Foto: Getty Images

A fronteira com o Irã foi fechada no sábado (29), para impedir a propagação do vírus. O país árabe já registrou mais de 43 mortes em decorrência do coronavírus. 

DINAMARCA

Parken Stadium
Parken Stadium
Foto: Getty

Por acreditar não estar em uma situação tão grave quantos outros países, o governo dinamarquês tem uma estratégia de contenção do vírus. A ideia é rastrear pessoas infectados ou que estiveram em contato, e colocadas em quarentena, em suas próprias casas.

HOLANDA

Johan Cruijff Arena Ajax 10272019
Johan Cruijff Arena Ajax 10272019
Foto: ProShots

O governo ainda não tomou nenhuma medida oficial para a prevenção do vírus, mas uma linha de atendimento oficial foi lançada para tirar as dúvidas dos cidadãos.

REINO UNIDO

Wembley general view
Wembley general view
Foto: Getty Images

O Reino Unido está seguindo um plano com oito passos para lidar com a epidemia. 

São eles: campanhas para a conscientização da necessidade de higiene; incentivar as pessoas a ficarem em casa; redução da capacidade policial; isolamento dos infectados; cuidados especiais para doentes graves; manter as pessoas o menor tempo possível dentro dos hospitais; diminuir a quantidade de internações; e readmissão de médicos e enfermeiros já aposentados. 

IRLANDA

Aviva Stadium Dublin Ireland general view
Aviva Stadium Dublin Ireland general view
Foto:Getty Images

Uma escola foi fechada na capital irlandesa depois de um aluno ser diagnosticado com coronavírus. Depois do aumento no número de casos suspeitos, o governo local está estudando as medidas que devem ser tomadas. 

ALEMANHA

Allianz Arena Bayern Munich Germany general view
Allianz Arena Bayern Munich Germany general view
Foto: Getty Images

O governo alemão restringiu as fronteiras, principalmente em relação à países que tem muitos casos. Além disso, grandes eventos que aconteceriam no país nos próximos dias foram cancelados. 

A principal preocupação é porque começaram a surgir casos que não podem ser rastreados até a fonte original, na China.

RÚSSIA

Zenit Arena
Zenit Arena
Foto: Getty

Na Rússia, 88 estrangeiros foram deportados por terem desrespeitado a quarentena imposta pelo governo. Além disso, as fronteiras estão restritas e chineses não tem acesso ao país.

ITÁLIA

Olimpico, Roma
Olimpico, Roma
Foto: Getty 

O principal ponto do surto de coronavírus na Europa, cada região da Itália está tomando suas próprias medidas de acordo com a necessidade. Pontos turísticos, bares, boates , escola e universidades foram fechados, eventos públicos - inclusive jogos de futebol -  cancelados e vários voos foram cancelados.

HUNGRIA

Puskas Arena
Puskas Arena
Foto: Getty

Mesmo sem nenhum caso registrado de infecção por coronavírus, a Hungria está com uma série de procedimentos para que siga assim. Foi elaborado em plano de ação com 28 pontos, dentre ele o uso de câmeras térmicas e exames em pessoas que vêm ou vieram da China. Um número para tirar as dúvidas da população também foi instalado.

ROMÊNIA

Arena Nationala Bucharest
Arena Nationala Bucharest
Foto: Getty

Mesmo com poucos casos confirmados até agora, na Romênia diversas pessoas estão sendo mantidas em quarentena e milhares em isolamento residencial.

Em Bucareste, torcedores agrediram um homem de origem chinesa alegando que ele estava infectado com o vírus e, assim, ajudando a espalhar a doença.

ESPANHA

San Mames
San Mames
Foto:Getty Images

Se espelhando em outros países afetados, a Espanha está cancelando eventos grandes esportivos, religiosos, comerciais e qualquer outros que possam atrair multidões e criar aglomerações.

 

Leia também