EUA vencem Irã com gol de Pulisic e vão enfrentar Holanda nas oitavas

Christian Pulisic se choca com goleiro do Irã ao marcar gol da vitória dos EUA por 1 x 0

Por Martin Petty

DOHA (Reuters) - Christian Pulisic não pôde sequer comemorar o gol que marcou contra o Irã devido a uma lesão sofrida justamente no lance que levou os Estados Unidos a vencerem o Irã por 1 x 0, nesta terça-feira, em uma movimentada partida que decidiu o segundo classificado do Grupo B para as oitavas de final da Copa do Mundo.

Precisando de uma vitória para chegar à fase de mata-mata, os norte-americanos foram implacáveis no ataque em um jogo de ritmo acelerado e quebraram o 0 x 0 aos 38 minutos, quando uma cabeçada perfeita de Sergiño Dest para o meio da área encontrou Pulisic, que se chocou com o goleiro iraniano ao empurrar a bola para dentro da rede.

Impulsionada por uma atmosfera elétrica no estádio Al Thumama, em Doha, a equipe dos Estados Unidos nunca perdeu a confiança e esteve sempre no controle contra uma seleção iraniana que poderia ter avançado com um empate.

Yunus Musah e Weston McKennie foram fundamentais em quase todas as jogadas dos Estados Unidos, com Dest sempre incomodando o Irã, que foi superado e criou poucas chances.

O encontro entre os dois adversários diplomáticos foi o primeiro em uma Copa do Mundo desde o torneio de 1998 na França.

Com a segunda posição do grupo, os Estados Unidos irão enfrentar a Holanda nas oitavas de final, enquanto a Inglaterra, que passou em primeiro, vai pegar o Senegal.