'Eu defenderei sempre o fim das competições', garante presidente do Bahia sobre o estadual

Futebol Latino
LANCE!


A avaliação do panorama pensando no restante da temporada para o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, é de que existe a possibilidade dos torneios estaduais e regionais serem jogados em sua totalidade. Tudo isso sem ter prejuízo de haver algum cancelamento de torneio ou prejuízo de datas para as competições nacionais.

A visão externada pelo mandatário do Esquadrão no 'Jornal da Cidade II', veiculado na 'Rádio Metrópole', é de que seria possível considerar um calendário com o encerramento no próximo mês de janeiro onde tudo poderia ser devidamente acomodado. Levando em conta, também, que a Copa América foi realocada para 2021:

- Defenderei sempre a final das competições. Acho que ainda tem data para isso. A gente tinha antes o planejamento de Copa América, as datas Fifas serão compatibilizadas com os campeonatos. A partir que as competições voltem, é possível. É perfeitamente possível, lógico que com um esforço grande e até com o calendário sendo encerrado em janeiro.

A grande dúvida de Bellintani em relação a sua visão é em que condições os times de menor poderio financeiro conseguiriam se sustentar já que, em muitos casos, os contratos foram firmados pensando no término dos estaduais em datas que não serão viáveis pela paralisação forçada do COVID-19.

- Vamos lutar para que isso aconteça. Mas a gente sabe das dificuldades dos times do interior, que já tiveram contratos encerrados com jogadores. É um drama, a gente precisa ver se resolve e se há solução. Mas, da parte do Bahia e do calendário, estamos prontos para disputar até o final. A primeira que tem de ser disputada é do Campeonato Baiano, porque o Bahia não vai viajar e nem o adversário. Naturalmente, se precisar de viagens, são curtas, de ônibus. Então é um campeonato factível de terminar - entende o presidente do Bahia.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também