Estudiantes vence o Bragantino e dispara na liderança do Grupo C da Libertadores

(Foto: Divulgação/Conmebol Libertadores)


No duelo dos invictos pelo Grupo C da Copa Libertadores, o Estudiantes goleou o Red Bull Bragantino por 2 a 0, na Argentina, e disparou na liderança. Após um primeiro tempo sem gols, o El León não deu chances ao Massa Bruta na etapa final e marcou com Rogel e Boselli, ex-Corinthians.

Com o resultado, o time argentino chegou aos sete pontos no grupo, enquanto a equipe brasileira estacionou na segunda colocação com quatro pontos somados.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

ESTUDIANTES VAI PRA CIMA NO INÍCIO

Para fazer valer o fator casa, a equipe do Estudiantes impôs sua força desde os primeiros movimentos. Até meados dos dez minutos, além de apertar a saída de bola do Red Bull Bragantino, chegava com perigo na área rival, deixando o sistema defensivo do Massa Bruta atento a qualquer investida.

Aos poucos, o Massa Bruta foi tentando equilibrar as coisas em campo. Até os 25 minutos, buscava lançar seus jogadores de frente na expectativa de surpreender os argentinos, mas sem assustar o goleiro Andújar.

EQUIPES TENTAVAM, MAS PLACAR SEGUIA SEM ALTERAÇÕES

Na reta final da etapa, o panorama pouco havia mudado. Com os dois times se lançando ao ataque, a melhor chance foi dos donos da casa, aos 33, após Cleiton dar rebote na finalização de Del Prete, vendo Rogel acertar a trave para desespero do camisa 10.

Tentando manter o embalo depois de quase abrir o marcador, o Estudiantes permitiu que o time de Maurício Barbieri também conseguisse criar jogadas, porém todas sem sucesso, dando a deixa para a arbitragem mandar os atletas aos vestiários.

EL LEÓN ABRE BOA VANTAGEM

Na volta para a etapa complementar, o time argentino, assim como fez no primeiro tempo, resolveu adotar uma postura mais ofensiva. Mas desta vez se deu bem. Aos 8 minutos, após cobrança de escanteio, Del Prete conseguiu desviar para Rogel, na sequência, mandar para o fundo das redes.

E o gol deixou o Estudiantes mais tranquilo em campo. Sendo assim, aos 13 minutos, após encaixar um contra-ataque, Manuel Castro acionou Boselli que, ao notar Cleiton adiantado, bateu por cobertura marcando um golaço.

RETA FINAL DE DUELO

Tentando reverter a situação, Maurício Barbieri então promoveu algumas trocas. Entretanto, mesmo com as mudanças, poucas foram as chances criadas, fazendo com que o treinador da equipe argentina, Ricardo Zielinski gastasse o tempo com substituições, além de neutralizar qualquer chegada do adversário, selando a vitória por 2 a 0 em La Plata.

FICHA TÉCNICA
ESTUDIANTES 2x0 RED BULL BRAGANTINO


Data e horário: 26/04/2022, às 19h15 (de Brasília)
​Local: Estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata (ARG)
Árbitro: Kevin Ortega (PER)
Assistentes: Michael Orúe (PER) e Jesús Sanchez (PER)
VAR: Joel Alarcon (PER)

Cartões Amarelos: Luan Cândido, 23'/1ºT; Godoy, 46'/1ºT; Ytalo, 17'/2ºT; Helinho, 21'/2ºT; Zapiola, 49'/2ºT

Gols: Rogel, 8'/2ºT (1-0) e Boselli, 13'/2ºT (2-0)

ESTUDIANTES: Andújar; Godoy, Rogel, Fabián Noguera e Más; Jorge Rodríguez, Zuqui (Kociubinski, aos 39'/2ºT), Pellegrini (Leandro Díaz, aos 38'/2ºT) e Manuel Castro (Morel, aos 36'/2ºT); Del Prete (Zapiola, aos 36'/2ºT) e Boselli (Marinelli, aos 39'/2ºT).
(Técnico: Ricardo Zielinski)

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Ortiz, Renan e Luan Cândido (Alerrandro, aos 42'/2ºT); Jadsom (Lucas Evangelista, aos 15'/2ºT), Eric Ramires e Hyoran (Ramon, aos 24'/2ºT); Helinho, Ytalo e Sorriso (Carlos Eduardo, aos 15'/2ºT).
(Técnico: Maurício Barbieri)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos