'Estou trabalhando firme para dar alegrias à torcida do Vasco', diz Pec


O meia Gabriel Pec falou sobre como têm sido seus primeiros passos entre os profissionais do Vasco. Em "live" da VascoTV na qual respondeu perguntas de jornalistas, o jogador de 19 anos falou sobre a luta para corresponder da forma como era esperado na pré-temporada.

- Realmente na pré-temporada pude me destacar bastante nos amistosos, podendo ajudar também com gol e excelentes treinos. Professor Abel (Braga) me deu minha primeira oportunidade de titular. Foi uma experiência muito nova para mim, serviu de aprendizado. Estou me dedicando muito a dar muitas alegrias à torcida vascaína - afirmou.

Pec ainda detalhou onde acredita que pode evoluir em sua forma.

- Estou trabalhando firme, acredito que tenho de ganhar mais força muscular. Nunca deixo de trabalhar e espero dar muitas alegrias - declarou.

O meia ainda falou sobre a transição que teve como jogador desde a base até o profissional.

- Desde que fui para o campo, os treinadores me viam como jogador muito técnico, como um 10 central. O tempo foi passando, começaram a jogar com mais gente no meio, com dois ou três volantes. No sub-14, o técnico falou em me testar na ponta-direita. É um confronto só. No meio, você tem dois ou três confrontos. Foi quando comecei a despontar no sub-14, fui o vice-artilheiro, com 15 gols - e, em seguida, detalhou o desafio de se adaptar aos profissionais:

- No profissional, cheguei como ponta porque no sub-20 o professor Marquinhos (Marcos Valadares) me botou na ponta-direita, foi quando comecei a evoluir. Foi uma adaptação, foi difícil um pouco por questão de força física, mas estou trabalhando firme para continuar evoluindo e dar bastante alegria ao torcedor vascaíno - completou.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também