'Estou cansado de ter que me defender', diz técnico do Barcelona

·1 minuto de leitura
O técnico do Barcelona, Ronald Koeman, durante a partida com o Benfica, pela 2ª rodada do Grupo E da Liga dos Campeões (AFP/PATRICIA DE MELO MOREIRA)

O técnico do Barcelona, o holandês Ronald Koeman, que segundo a imprensa espanhola estaria perto de ser demitido, afirmou nesta sexta-feira que está "cansado de ter que se defender", durante entrevista coletiva na véspera do jogo com o Atlético de Madri, pela 8ª rodada do Campeonato Espanhol.

“Bom dia, amigos da imprensa. Que bom vê-los!”, disse ironicamente Koeman ao iniciar a entrevista depois de ter sido alvo de inúmeras críticas após a derrota para o Benfica por 3 a 0 pela Liga dos Campeões.

“Não me falaram nada (da parte do clube). O presidente está aqui, mas eu não o vi, estávamos preparando o jogo de amanhã, depois treinando, então não o vi. Continuo na mesma, mas eu tenho ouvidos e olhos, um monte de coisas vazam", afirmou Koeman.

O treinador holandês se recusou a responder a uma pergunta sobre seu relacionamento com o presidente do Barça, Joan Laporta. "Ainda estou aqui", declarou.

"Não sou o mais importante. O resultado positivo é mais importante do que uma pessoa. Todos sabem que estou aqui por amor ao clube, vim numa situação muito difícil", lembrou Koeman.

"Estou cansado de ter que me defender. Não faz sentido (...) Não é por hoje, mas um dia, gostaria de falar bem de tudo que penso sobre tudo isso", acrescentou o holandês .

Questionado sobre como está se sentindo, Koeman admitiu com um sorriso que "honestamente, poderia ser melhor".

A um jornalista que lhe perguntou sobre os seus melhores e piores momentos no Barça, o técnico respondeu com humor: "O melhor momento? Parece que a minha saída ... O melhor momento? A minha contratação como treinador do Barça. O pior momento? A saída de Messi ".

pve/gr/gh/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos