Estiramento muscular afasta Djokovic das quadras após título na Austrália

·1 minuto de leitura
Novak Djokokic posa com troféu do Aberto da Austrália

MELBOURNE (Reuters) - Novak Djokovic precisará se afastar das quadras durante algum tempo para tratar de um estiramento muscular que o atrapalhou nas últimas rodadas do Aberto da Austrália, anunciou o tenista sérvio enquanto comemorava seu nono título em Melbourne Park, nesta segunda-feira.

O tenista de 33 anos ampliou seu próprio recorde com uma vitória enfática de 7-5, 6-2 e 6-2 sobre Daniil Medvedev na Arena Rod Laver, no domingo, apesar de estar lidando com a lesão sofrida na terceira etapa do torneio.

Ao desfilar com o troféu na praia de Brighton, um subúrbio de Melbourne, Djokovic disse que uma segunda tomografia de seu abdômen revelou que ele agravou a lesão continuando a jogar.

"Acabei de voltar de outra tomografia que fiz hoje de manhã, e o dano está maior do que estava quando aconteceu, quando fiz a primeira tomografia depois da terceira rodada", disse ele a repórteres.

"Não é muito ruim, pelo que o médico disse, mas precisarei me afastar por algum tempo e sarar. O estiramento está maior".

A lesão não foi o único problema de Djokovic na Austrália. O número um do mundo irritou alguns moradores ao apresentar aos organizadores sugestões de como as condições de quarentena dos jogadores poderiam ser aprimoradas.

Mas os altos e baixos do que ele descreveu como a "montanha-russa" de uma viagem ao país tornaram a conquista de seu 18º troféu de Grand Slam ainda mais prazerosa e "uma jornada única", disse.

(Por Nick Mulvenney em Sydney)