Estádio Rei Pelé ou Rainha Marta? Mudança depende do governador de Alagoas

Goal.com

Além das seis Bolas de Ouro Fifa, dos inúmeros títulos e das várias honrarias, a atacante Marta pode ganhar ainda mais uma homenagem. Está caminhando, na Assembleia Legislativa do estado de Alagoas, o projeto de lei 03/2019, que mudaria o nome do Estádio Rei Pelé para Estádio Rainha Marta. A medida já foi aprovada pelos deputados e agora precisa ser sancionada pelo governador do Estado, César Filho, que ainda pode vetar a mudança.

A razão da alteração seria que o Rei do Futebol nunca teria dado a importância devida para a homenagem, apesar dele ter jogado na sua inauguração, em partida entre o Santos e a Seleção Alagoana. Já Marta é natural de Dois Riachos, município de Alagoas, e teria mais relevância local maior que o Rei do Futebol, nascido em Três Corações, Minas Gerais. O estádio, controlado pelo governo, tem capacidade para 20 mil pessoas e costuma receber jogos do CRB e do CSA.

Estádio Rei Pelé
Estádio Rei Pelé
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O projeto de lei é de autoria do deputado Antonio Albuquerque (PTB), e passou no congresso por 17 votos a sete.  Uma emenda, criada pelo deputado Silvio Camelo (PV), que propõe a ideia de chamar o estádio de “Rei Pelé e Rainha Marta” ainda deve ser analisada pela assembleia. 

Ao ser questionado sobre o tema, Albuquerque afirmou: "Marta é um exemplo de tenacidade do povo alagoano. Sua história de superação e triunfos a tornam um símbolo de empoderamento feminino [...] As grandezas de Marta e Pelé são irrefutáveis e incomparáveis. Ambos têm importância nacional e mundial, mas somente Marta tem a importância local por seus laços e identidade com o estado, com o povo e com o futebol alagoano.”

Além da seleção brasileira feminina, Marta representa as cores do Orlando Pride, dos Estados Unidos, onde atua desde 2017.

Leia também