Estádio do Pachuca, do México, inaugura trono em homenagem a Pelé

***ARQUIVO***SANTOS, SP, 28.11.2018 - Retrato do ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SANTOS, SP, 28.11.2018 - Retrato do ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Pachuca, do México, fez uma série de homenagens a Pelé, tricampeão mundial em solo mexicano com a seleção brasileira em 1970.

A partir de agora, o estádio Hidalgo, casa da equipe mexicana, terá um trono com o nome do Rei do futebol localizado na parte superior central de um dos camarotes.

"O trono do Rei Pelé estará para sempre no Estádio Hidalgo", escreveu o clube no vídeo em que divulgou a honraria feita para o brasileiro, que morreu aos 82 anos, em 29 de dezembro de 2022, devido à falência de múltiplos órgãos decorrente de um câncer no cólon.

Também como parte das homenagens, os jogadores do Pachuca entraram em campo na última partida do time, contra o Puebla, na terça-feira (10), usando uma camisa inspirada no modelo que a seleção brasileira usou no Mundial de 1970, com o número 10.

Depois de posarem para as fotos oficiais, eles soltaram balões brancos com o número eternizado pelo Rei.