Esquiva Falcão celebra chamado para exibição contra ex-BBB antes de Whindersson Nunes x Popó Freitas

·2 min de leitura
Esquiva Falcão aguarda definição de adversário pelo título mundial da IBF (Foto: Top Rank)


O medalhista olímpico Esquiva Falcão confirmou na última terça-feira que estará no card principal da chamada Luta do Século, que será realizada em 30 de janeiro, no SpeedWay Music Park, em Balneário Camboriú (SC).

O líder do ranking mundial dos médios da Federação Internacional de Boxe (FIB) fará um combate exibição contra Yuri Fernandes, ex-BBB e A Fazenda. A luta antecede ao show principal da noite entre o youtuber Whindersson Nunes e o ex-campeão mundial Popó Freitas. O combate não valerá pontos e não terá vencedor. Será apenas uma exibição para os fãs da nobre arte. A noite de lutas terá transmissão da TV Globo.

- Estou muito animado em fazer parte deste card. Será uma oportunidade para mostrar que o boxe é uma modalidade fascinante e atrai público, atenção da mídia e altas cifras. O Whindersson Nunes e o Popó me chamaram para abrilhantar esse evento - disse Esquiva Falcão.

O capixaba fez sua última luta oficial em novembro do ano passado nos Estados Unidos. Na disputa contra o canadense Patrice Volny obteve uma vitória dividida entre os jurados, após a interrupção devido a um corte na testa do boxeador brasileiro no sexto round. O resultado manteve o boxeador invicto na carreira com 29 vitórias e 20 nocautes.

Esquiva, de 32 anos, ainda aguarda definição de quem será seu adversário pelo título mundial da IBF. O cazaque Gennady Gennadyevich Golovkin enfrentará o japonês Ryota Murata ainda sem data definida. O vencedor obrigatoriamente terá que desafiar o brasileiro ainda em 2022.

- Estou focado nessa oportunidade e não vou deixar passar. A minha vez chegou e o Brasil terá um novo campeão de boxe. É só questão de tempo - completou o capixaba.

No fim do ano passado, o brasileiro renovou com a empresa promotora de boxe Top Rank por mais três temporadas. O acordo entre o pugilista e a o grupo de Bob Arum foi articulado pelo manager Sergio Batarelli. Esquiva Falcão está desde 2014.

No ano de 2022, além da aguardada disputa pelo cinturão e da exibição contra Yuri Fernandes, Esquiva deve entrar no ringue para mais uma luta contra um boxeador parecido com o provável adversário para se manter com ritmo e aperfeiçoar os golpes em busca do título mundial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos