Esquema de guerra é montado para final da Libertadores

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Torcedores terão que ser escoltados até Montevidéu. Foto: Miguel Schincariol/Getty Images
Torcedores terão que ser escoltados até Montevidéu. Foto: Miguel Schincariol/Getty Images

O jornalista Mauro Cezar Pereira, em seu blog no Uol, divulgou detalhes do esquema que está sendo montado para evitar confrontos entre flamenguistas e palmeirenses, no trajeto para a final da Libertadores que será realizada em Montevidéu, no próximo dia 27.

Polícias militares, civis e federais rodoviárias, além de forças policiais argentinas e o exército uruguaio estão envolvidas na ação e uma reunião foi feita na última terça-feira (9), para acertar detalhes da viagem dos torcedores rivais.

Leia também:

A logística combinada é a seguinte: os torcedores do Palmeiras saem de São Paulo na noite do dia 22. A polícia paulista acompanha o comboio até a divisa com o Paraná, onde a Polícia Rodoviária Federal assume a escolta até a fronteira com o Uruguai.

A torcida do Flamengo só será autorizada a deixar o Rio de Janeiro, quando a torcida adversária estiver no Paraná. A medida visa afastar os comboios em algumas horas.

Além disso trajetos serão diferentes. Até a cidade gaúcha de Pelotas, o caminho será idêntico, mas a partir daí as rotas mudam. Os palmeirenses chegarão a Montevidéu via Chuí, percorrendo 588 quilômetros em cerca de 7 horas e 24 minutos.

Já os rubro-negros terão que utilizar a Ruta-9, Brigadier Gral Juan Antonio Lavalleja, com 557 quilômetros em cerca de 7 horas e 15 minutos.

E não é só a logística que está sendo pensada, mas também protocolos para tentar afastar os “brigões”. Para viajar é necessário ter teste negativo de Covid, documentos e ingressos identificados. Outra medida exigida é que cada ônibus tenha um responsável identificado e paradas para revisar os coletivos serão realizadas aleatoriamente durante o trajeto.

Conmebol faz campanha contra violência

Na última semana a Conmebol lançou uma campanha para coibir a violência dentro e fora dos estádios.

Através de suas redes sociais, a entidade disse que "o futebol deve sempre transmitir os valores do fair play, da camaradagem e do espírito de superação, onde quer que haja uma bola rolando".

Montevidéu será o centro do futebol sul-americano no fim de novembro. Além da final da Libertadores no dia 27, a capital uruguaia será palco da decisão da Copa Sul-Americana, com outro confronto brasileiro entre Athletico e Red Bull Bragantino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos