ESPN tem audiência 470% maior que segundo colocado da TV paga durante a final da Libertadores

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 1 a 0 na final da Libertadores (Gilvan de Souza/Flamengo)


A cobertura da "ESPN" para a final da Libertadores, entre Flamengo e Athletico-PR, realizada no último sábado, em Guayaquil, no Equador, rendeu ao canal a liderança absoluta no ranking da TV por assinatura. A partida que levou o time carioca ao tricampeonato sul-americano fez da ESPN o canal mais assistido ao longo do dia da decisão, com ampla vantagem ao segundo colocado do ranking.

+ Flamengo domina seleção da Libertadores; veja

Durante o duelo de brasileiros, a ESPN teve audiência 470% superior à segunda colocada no ranking, que fazia uma extensa cobertura sobre as eleições presidenciais no Brasil. Ao longo do sábado, a audiência foi 61% maior que que o mesmo canal. Em números absolutos, cerca de 1 milhão de pessoas passaram pela ESPN para assistir a todas as emoções da grande decisão.

+ Após expulsão contra o Flamengo, Pedro Henrique desabafa nas redes

Ao todo, foram 19 profissionais da emissora em Guayaquil, totalizando mais de 12 horas de programação ao vivo no dia da decisão levando aos fãs de futebol também um pré e um pós-jogo.

Em 2023, as plataformas da Disney serão as únicas do Brasil a ter os direitos das três principais competições continentais da América do Sul, com Libertadores, Sul-Americana e Recopa garantidas na programação do próximo ano.