ESPN Brasil: demitidos e colegas de profissão comentam saídas do canal

Rafael Oliveira deixou a ESPN Brasil e pode ir para o grupo Globo (Foto: Reprodução/ESPN Brasil)
Rafael Oliveira deixou a ESPN Brasil e pode ir para o grupo Globo (Foto: Reprodução/ESPN Brasil)


As mudanças anunciadas na direção e entre os jornalistas da ESPN Brasil chamaram atenção de profissionais da comunicação de outras emissoras, nesta quarta-feira. O canal rescindiu o contrato com o vice-presidente de jornalismo e produção, João Palomino, e outros oitos profissionais. Não demorou para que colegas de profissão e os próprios profissionais comentassem sobre as demissões.

A saída em massa, segundo apuração do LANCE!, é parte de um processo de mudanças que a Disney, dona do canal, pretende fazer na ESPN Brasil.

A lista conta com nomes consagrados do canal e pegou de surpresa muitos amantes do esporte. Deixaram a ESPN Brasil o editor-chefe Arnaldo Ribeiro, o editor-executivo Eduardo Tironi, a coordenadora dos canais da empresa Renata Netto, o apresentador João Carlos Albuquerque, o 'Canalha', além dos comentaristas Juca Kfouri, Rafael Oliveira, Claudio Arreguy e Mauricio Barros.

Nas redes sociais, não demorou para que jornalistas, tanto do grupo Globo, como do Esporte Interativo, se manifestassem sobre a série de demissões. Bárbara Coelho, Xico Sá, Alex Escobar, André Henning, Bruno Forminga e outros falaram sobre o caso. Acompanhe as principais reações dos comunicadores:



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Alguns dos profissionais que deixaram a emissora também comentaram sobre as suas saídas. Rafael Oliveira, Tironi e Arnaldo desabafaram sobre suas demissões.


Leia também