Esperança do Qatar para a Olímpiada de Tóquio, velocista morre aos 24 anos

·1 minuto de leitura


O velocista Abdalelah Haroun, de 24 anos, morreu neste sábado após sofrer um acidente de carro. O jovem era uma das principais esperanças do Qatar na luta por uma medalha na Olímpiada de Tóquio, que começa no próximo mês de julho. O perfil de esportes olímpicos do Qatar confirmou a informação pelas redes sociais.

+ Veja a tabela do Brasileirão!

- Abdul-Ilah Haroun, corredor da Al-Adaam, medalhista mundial de bronze dos 400 m Bandeira do Catar (morreu hoje). Deus abençoe. Pertencemos a Allah e a Ele voltaremos - postou o perfil Team Qatar, com a mensagem R.I.P (descanse em paz, em português).

Em 2017, Haroun ganhou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Atletismo. Sua primeira performance foi registrada em 2014, ainda com 17 anos. No ano seguinte, o campeão asiático de 2015 e detentor do recorde asiático no interior foi recrutado para representar o Qatar.

A cerimônia de abertura da Olímpiada de Tóquio está marcada para o dia 23 de julho, um ano depois do previsto, por causa da pandemia de Covid-19. Por causa de restrições sanitárias impostas pelo comitê organizador local, apenas japoneses residentes no país poderão comparecer aos Jogos. Outras restrições serão impostas para evitar a proliferação da pandemia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos