Especialista revela como combater a solidão em quarentena

Solidão pode ser sintoma da quarentena. Foto: Getty Images
Solidão pode ser sintoma da quarentena. Foto: Getty Images

Enquanto muitos se isolam com familiares e amigos durante o surto de coronavírus, aqueles que vivem sozinhos enfrentam uma série única de desafios, combatendo, sem ajuda alguma, os sentimentos de solidão, ansiedade e depressão.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Mas "estar sozinho" tem que significar se sentir dessa maneira? Jen Hartstein, colaboradora em saúde mental do Yahoo Vida & Estilo e psicóloga da cidade de Nova Iorque, diz que não.

Leia também

"Estar sozinho não significa que estamos solitários. Isso é algo que precisamos nos lembrar", diz Hartstein. "Alguns de nós podem se sentir dessa maneira mesmo quando estamos em casa com nossas famílias, porque simplesmente não nos relacionamos com eles da maneira que desejamos".

Segundo a psicóloga existem perguntas que podemos nos fazer se estamos preocupados com o fato de sentimentos de solidão: “Observe-se internamente - como estou me sentindo? Estou desconectado? Estou com vontade de me conectar mais, mas não sei como? Estou meio que me julgando e me sentindo carente?”, aconselha ela.

Hartstein acrescenta que "todas essas coisas são pequenos indicadores de que talvez eu esteja passando por um tipo de solidão.” Se você tem esses sentimentos, ela diz que existem maneiras de combatê-los.

“O primeiro passo é entrar em contato com outros A comunidade é o melhor fator de proteção que temos - conecte-se a outras pessoas. Encontre uma pessoa segura que não vá causar dificuldades", diz ela.

A segunda coisa é manter-se ativo: "É muito fácil se desligar e não fazer nada. Então limpe seu apartamento, saia para uma caminhada segura, faça polichinelos - qualquer coisa. Basta se mexer um pouco para movimentar as endorfinas”, acrescenta Hartstein.

Finalmente, Hartstein recomenda criar uma rotina para si mesmo. "A estrutura o ajudará a criar o espaço no qual você precisa se engajar, e ao mesmo tempo, a cuidar de si mesmo", diz ela.

Todd Garrin

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Leia também