COI vai à justiça suíça para apelar contra decisões do CAS a favor de russos

EFE

Madri, 3 mai (EFE).- O Comitê Olímpico Internacional (COI) recorrerá a duas decisões da Corte Arbitral do Esporte (CAS) que anularam as sanções a atletas russos que tinham sido punidos por violação das regras antidoping nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, em 2014.

"Estamos insatisfeitos com ambas as decisões e com os seus fundamentos jurídicos e recorreremos ao Tribunal Federal Suíço", informou nesta quinta-feira em Lausanne o porta-voz do COI, Mark Adams, após uma reunião da cúpula da entidade.

O CAS admitiu no dia 1º de fevereiro "por insuficiência de provas" os recursos de 28 dos 42 atletas russos suspensos pelo COI por violação das regras antidoping.

Os dois casos para os quais a instância de arbitragem ofereceu uma motivação fundamentada são os de Alexander Legkov (esqui cross-country), que foi reabilitado por insuficiência de provas, e Aleksandr Zubkov (bobsled), parcialmente perdoado pelo CAS ao ficar eximido de uma sanção pelo resto da vida, embora tenha ficado fora dos Jogos de PyeongChang.

Segundo detalhou o porta-voz, o COI tem um prazo de 30 dias para recorrer a partir do recebimento dos fundamentos jurídicos, que ainda não tem. EFE


Leia também