Espanha vence França em jogo com vídeo-arbitragem; CR7 perde na Ilha da Madeira

A Espanha venceu o amistoso contra a França por 2 a 0, nesta terça-feira, na primeira partida que utilizou o recurso de vídeo-arbitragem no território francês.

Duas jogadas capitais do jogo foram definidas com o uso das imagens, entre elas o gol de Gerard Deulofeu aos 31 minutos do segundo tempo, que fechou o placar.

O meia recebeu cruzamento de Jordi Alba pela esquerda e fez, mas o bandeirinha marcou impedimento. O vídeo confirmou a posição legal do jogador e o juiz validou o segundo gol da Roja.

Antes, David Silva abriu o placar aos 23 minutos, cobrando pênalti no canto esquerdo do goleiro Hugo Lloris, que voou para o outro lado.

No fim da primeira etapa, quando o jogo ainda estava 0 a 0, os anfitriões balançaram as redes com Antoine Griezmann, mas, na jogada, o lateral Layvin Kurzawa, que participa do lance, estava impedido e o juiz invalidou o gol após ser notificado pelo árbitro de vídeo.

Sem o uso da ferramenta, que foi veloz e auxiliou a arbitragem rapidamente e de maneira eficiente, o jogo poderia ter terminado empatado em 1 a 1.

"Se foi verificado e é justo, por que não usar a vídeo-arbitragem? Desta vez foi contra nós. Se não houvesse vídeo, talvez o resultado teria sido outro. Não é uma revolução, é a evolução do futebol", declarou após o jogo o técnico da França, Didier Deschamps, muito elogioso ao uso da tecnologia no futebol.

- Holanda segue em crise -

Rival da Espanha no grupo G das eliminatórias europeias, a Itália foi até a Holanda e se impôs em Amsterdã, conquistando boa vitória por 2 a 1. Foi a a primeira partida de Fred Grim à frente dos anfitriões, depois da demissão de Danny Blind no último domingo (26).

O time da casa saiu na frente, com Alessio Romagnoli marcando contra, aos 10 minutos do primeiro tempo. A Azzurra reagiu rápido e empatou com o brasileiro naturalizado italiano Éder, aos 11, e depois conseguiu a virada aos 32 com Leonardo Bonucci.

A notícia ruim ficou por conta da lesão do capitão da Roma, Daniele de Rossi, que sofreu pancada no quadril e foi substituído ainda na primeira etapa.

A derrota amplia a crise da seleção holandesa, que vem mal nas eliminatórias europeias e corre sério risco de não se classificar à Copa do Mundo-2018. Nas últimas nove partidas em casa, a Laranja saiu derrotada sete vezes, com apenas uma vitória.

Em outra partida da tarde, a Suécia surpreendeu e venceu Portugal de virada por 3 a 2, na Ilha da Madeira, terra onde o craque Cristiano Ronaldo nasceu.

A atual campeã da Europa saiu na frente com um gol do dono da festa, aos 16 minutos do primeiro tempo. CR7 recebeu belo passe de Gelson Martins e pegou de primeira para completar. Aos 34, Granqvist empurrou para as próprias redes e ampliou o placar.

Na segunda etapa, a Suécia acordou e empatou com dois gols de Claesson, aos 13 e 30 minutos. No último lance, aos 46, João Cancelo errou ao cortar cruzamento e empurrou para o gol português, virando a partida e colocando água no chope de CR7 em casa.