Espanha não pode repetir erros de derrota contra o Japão, diz Rodri

Rodri contra japonês Kamada em partida da Copa do Mundo

Por Rohith Nair

DOHA (Reuters) - A Espanha aprendeu lições com a derrota de 2 x 1 para o Japão que ameaçou eliminá-la da Copa do Mundo e está ciente de que não pode cometer os mesmos erros contra o Marrocos, disse o volante Rodri neste domingo.

A derrota da Espanha para o Japão no último jogo da fase de grupos, depois que a seleção asiática marcou dois gols rápidos, deixou os espanhóis em segundo lugar da chave, e houve um período de três minutos em que eles estavam sendo eliminados enquanto a Costa Rica vencia a Alemanha em outro jogo.

Por fim, a Alemanha fez um favor à Espanha ao derrotar a Costa Rica, mas Rodri admitiu que aqueles minutos difíceis complicaram desnecessariamente a vida da Espanha antes de a equipe selar a classificação para as oitavas de final.

"Agora uma nova competição está começando. Há sempre uma análise sobre o que podemos melhorar, mesmo depois dos jogos em que jogamos bem", disse Rodri a repórteres antes do jogo de terça-feira contra Marrocos, que surpreendentemente venceu o Grupo F.

"Outro dia não houve muitas coisas para melhorar porque foi um colapso de 10 minutos, e isto é o que temos que fazer melhor. Fomos advertidos de que isto não pode acontecer novamente", disse.

"O técnico foi claro, os jogadores assumiram a responsabilidade e estamos treinando alegres, querendo estar na próxima rodada e sabendo que podemos chegar lá".

Embora Rodri jogue como volante no Manchester City, o jogador de 26 anos foi escalado como zagueiro pelo técnico da Espanha, Luis Enrique, na Copa do Mundo.

"Meu papel no time é o mesmo de qualquer zagueiro central, passar a bola, dar consistência e solidez ao time. Cada jogador tem um papel claro", disse Rodri.

"Eu tento explorar minhas características. Eu ajudo a sair com a bola por trás. Nossos adversários nos dão pouco espaço entre as linhas, por isso o zagueiro central é muito importante em nosso esquema", acrescentou.

"Temos uma maneira específica de jogar, criando superioridade por trás. Nossa maneira de jogar é fornecer soluções e tirar a bola de trás, mas sabemos quando temos que correr riscos e quando não temos".