Eslovena faz história e Adam Ondra ganha quarto Mundial de escalada

Janja Garnbret é a primeira mulher a vencer no boulder e nas vias guiadas na mesma edição (Foto: Eddie Fowke/IFSC)
Janja Garnbret é a primeira mulher a vencer no boulder e nas vias guiadas na mesma edição (Foto: Eddie Fowke/IFSC)


A escaladora eslovena Janja Garnbret se tornou a primeira mulher a vencer as competições de boulder e vias guiadas no mesmo Campeonato Mundial, que desta vez aconteceu em Hachioji, no Japão.

Para a edição extra do campeonato, a eslovena provou com todas as letras que é a melhor escaladora de competições da história do esporte, depois de uma impressionante vitória na boulder, categoria na qual ela liderou o campo com um "top extra", escalando quatro posições além do ponto alto em vias guiadas para ganhar seu segundo ouro.

A primeira pessoa a vencer o Mundial em boulder e vias guiadas no mesmo ano foi Adam Ondra, em 2014. Este ano, Ondra, depois de uma atuação atípica e desastrosa em boulder, ganhou com sobras nas vias guiadas.

- Honestamente, esta noite eu não esperava ganhar. Me senti cansado. Não importava o quanto tentasse fingir que não estava cansado depois da final de boulder. Me sinto definitivamente sortudo por ter vencido - disse Ondra.

Realizada em uma parede um pouco mais curta do que tradicionalmente é disponibilizado para os atletas, a via final exigia movimentos de explosão e força, como um boulder, desde o início, com movimentos largos que tornavam o processo de proteção com a corda desajeitado e desafiador.

Após cinco dias de competição brutal, os atletas terão um dia de descanso amanhã em Hachioji. A competição será retomada no sábado com as competições de velocidade, e o início das competições ditas "combinada" (que será o formato olímpico) começará no domingo.









Sul-americanos
A edição extra do Mundial teve boa presença de sul-americanos. Havia quatro brasileiros, dois argentinos e uma chilena participando das competições. O resultado mais expressivo foi da chilena Alejandra Contreras, que foi a única a chegar a uma semifinal das disciplinas de vias guiadas, ficando em 17ª.

O resultado obtido por brasileiros mostrou que ainda há muito o que evoluir e refletir sobre a preparação de atletas para o esporte. O brasileiro melhor colocado em vias guiadas foi César Grosso, que ficou em 56º (de um total de 99 atletas) em vias guiadas e 69º (de um total de 102 atletas) em boulder. A brasileira melhor colocada foi Bianca Magalhães de Castro que ficou em 59ª (de um total de 92 atletas) em vias guiadas.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também