Escalação do São Paulo: 'xodó de Ceni' chega com vaga garantida nos titulares; veja quem pode parar no banco

David chega como um dos principais pedidos de Ceni para a temporada (Foto: Divulgação)


Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Nunca um ditado popular pôde ser tão bem usado no São Paulo quanto agora, que o clube do Morumbi acertou a contratação de David por empréstimo junto ao Internacional.

Está certo, o atacante de 26 anos que chega após pagamento de R$ 1,2 milhão pelo empréstimo e mais US$ 4 milhões fixados pelos direitos econômicos não empolgou a torcida tricolor nas redes sociais. Mas nem precisava. David conta com o apoio de quem realmente importa: o técnico Rogério Ceni.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


+ E se esses 25 nomes do futebol entrassem no BBB? Confira!

Se durante quase três meses os jornalistas noticiavam constantemente a insistência do treinador junto a seu 'xodó', com quem trabalhou junto em Cruzeiro e Fortaleza, as piadas são-paulinas sobre as informações viraram afirmações após o treinador reiterar nas duas entrevistas concedidas neste ano que queria sim David. E o funcionamento do seu esquema dependia da presença do atacante.

O LANCE! apurou que não são meras formalidades de um treinador que vem ganhando fama pelo 'sincericídio' em coletivas. Há uma admiração sincera de Ceni por David. E uma confiança em seu trabalho que beira o descomunal.

O atacante ainda não tinha sido oficializado pelo Tricolor até a conclusão desta reportagem. Deve acontecer na manhã desta quarta-feira (18), quando a papelada seria enviada correndo para a CBF com a esperança que seu nome saia até a manhã de quinta-feira (19) no BID (Boletim Informativo Diário). Tudo para que já esteja em campo às 19h30 (de Brasília), contra a Ferroviária, em Araraquara (SP). Um esforço a mais pelo homem que, se não arranca suspiros das arquibancadas, pelo menos deixa o trabalho do treinador mais pavimentado.

David chega ao Morumbi com status de homem de confiança. Deverá ser titular absoluto e alterar de vez as peças do tabuleiro são-paulino após a decepcionante estreia sem gols ante o Ituano, no domingo (15), na estreia do ano.

É quase sabido nos corredores que David será o homem de velocidade incisiva que o técnico continuou pedindo mesmo após os seis reforços contratados anteriormente. Isso pela esquerda. Na direita, Wellington Rato, com uma estreia elogiada, será mantido. Ambos com a missão de servir Calleri.

Mas e o resto? Aí começa a disputa. Luciano estreou com a camisa 10. Se nçao foi o meia-armador alardeado, atuou como um ponta de lança. Como antigamente, fez o elo entre Pablo Maia e Nestor e o ataque. Não funcionou. O 'xodó', esse da torcida, bateu cabeça e não encontrou muito o seu espaço em campo.

Por isso aparece como o favorito inicial para perder a vaga nos 11 iniciais para a entrada de David. Até porque Pedrinho, outra cara nova no Morumbi, apesar do excesso de individualidade, foi elogiado por Ceni e pode exercer a função de Luciano, conforme já fez em outros clubes, como no próprio América-MG, onde estava antes de ser vendido ao futebol russo.

Tudo isso, contudo, deverá ser visto só domingo (19), no clássico contra o Palmeiras. A ideia de Ceni é levar uma escalação mesclada para Araraquara, pensando em evitar desgastes em um dos duelos mais importantes para o São Paulo a cada temporada que se inicia nos últimos anos. É esperar e ver o que pode render dentro de campo.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23