Escalação do São Paulo: Zagueiro lateral? Rodízio no gol? Estreias de gringos? Ceni planeja jogo de quinta

São Paulo de Rogério Ceni estreou com empate no Paulistão 2023 (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)


Já com um clássico para fazer contra o Palmeiras, no domingo (22), o técnico Rogério Ceni revelou que pode experimentar um time alternativo do São Paulo para o segundo duelo do time no Campeonato Paulista, às 19h30 (de Brasília) de quinta-feira (19), contra a Ferroviária, em Araraquara (SP).

- (Vamos) estudar uma formação para o jogo contra a Ferroviária, com a alteração de algumas peças, para não termos já na primeira semana um caso de lesão muscular, por excesso de campos pesados, que nós sempre pegamos no Brasil inteiro, mas no estado de São Paulo.


+ Palmeiras define substituto de Danilo, centroavante na mira do Cruzeiro… o fim de semana do Mercado!

- Nós vemos pelos jogos da Copinha: gramados sempre encharcados, chovendo bastante… isso
pesa muito para os jogadores. Em algumas posições, deveremos fazer algumas trocas. Não todo o time, mas algumas trocas - completou o treinador são-paulino.

E que alterações podem ser feitas por Ceni. O próprio treinador dá pistas. A começar pelo gol. O estreante Rafael, na avaliação do comandante, foi pouco exigido. Será que fica?

Há a situação de outros reforços apresentados que ainda não jogaram. O zagueiro Alan Franco e o volante Jhegson Méndez ainda não tinham sido liberados pelo BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para enfrentar o Ituano, em jogo que terminou em empate sem gols, no Morumbi, na abertura para ambas as equipes do Paulistão. E Ceni avalia a entrada das duas peças em Araraquara.

- Diante da situação do (limite de) estrangeiros, nós só tínhamos os jogadores que estavam no banco. Ficou só o (Gabriel) Neves fora, porque era um sexto estrangeiro, e nós não poderíamos levá-lo. O Méndez e o Alan Franco não estavam regularizados para hoje, e pode ser que estejam regularizados para quinta-feira. Nós vamos analisar, porque o Méndez estava havia 22 dias parado. Ele ainda jogou na Copa (do Mundo, pelo Equador), mas o Alan Franco parou em outubro, na MLS (liga dos EUA). Então, vamos ver como eles estão, para podermos estudar uma formação, para o jogo contra a Ferroviária.

Quem também deve ganhar um respiro ante a Ferroviária é Welington. O lateral-esquerdo saiu de campo contra o Ituano sentindo fortes dores ocasionadas pelo esforço muscular. A princípio não será desfalque, mas de olho no rival alviverde, deve ser poupado do duelo em Araraquara. E apesar de não ter um reserva nativo para a posição, Ceni já esboça possíveis substitutos. E um deles surpreende.

- Mesmo que o Welington estivesse bem, ele não pode jogar no domingo, na quinta e um clássico no domingo contra o Palmeiras. Mais noventa minutos, cansado… uma hora, mais cedo ou mais tarde, o jogador sofre lesão, e aí você perde… nem que não seja pelo tornozelo, mas uma lesão muscular. E você perde um jogador pelo excesso de uso, queima a temporada e não precisa mais só de uma: precisa de duas contratações na lateral.

- É uma das posições em que nós temos carência, e estamos tentando encontrar um jogador para concorrer com o Welington. O Liziero até entrou no jogo, com a saída (do camisa 6), e é um jogador de construção mais por trás… nós precisamos de um jogador mais agressivo. O Beraldo também treinou em um dos dias na lateral, mais para levantar um pouco a altura do time. É um jogador mais defensivo. Mas é por aí que nós temos as opções - completou o técnico são-paulino.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23