Escalação contra o Salgueiro esboça cara do 'Corinthians ideal' para Mancini

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


O time do Corinthians que iniciou a vitória por 3 a 0 sobre o Salgueiro, nesta quarta-feira (17), pela primeira fase da Copa do Brasil, no estádio Cornélio de Barros Muniz e Sá, em Pernambuco, já da as caras do que o técnico Vagner Mancini enxerga como escalação ideal durante a temporada.

>> Veja a tabela da Copa do Brasil 2021

Ainda sem Gustavo Mosquito e Léo Natel, que terminaram a última temporada como titulares, e fazem um trabalho de recuperação física após ficarem duas semanas afastados por lesões, a Timão que iniciou o duelo contra o Carcará teve Cássio; Fagner, Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Ramiro, Rodrigo Varanda, Otero e Mateus Vital; Jô.

Pelo duelo contra o time pernambucano ter sido em jogo único, Mancini admitiu antes da bola rolar que precisava de força máxima para garantir a classificação na competição nacional.

- Pensamos em escalar uma equipe com o que temos de melhor hoje, priorizando que seja um time competitivo, porque o campo pede isso, o regulamento pede isso - disse o treinador corintiano ao SporTV antes da vola rolar.

Como Mosquito estava em alta quando começou a sentir as dores no joelho que o tiraram dos últimos quatro jogos, a tendência é que o atacante volte com moral e recupere o espaço na titularidade. Caso isso se confirme, a tendência é que Rodrigo Varanda perca o lugar.

O garoto de 18 anos foi o que mais teve oportunidades entre os 10 pratas da casa promovidos nesta temporada, foram cinco jogos, todos como titular, 338 minutos em campo e um gol marcado, que garantiu o empate em 2 a 2 no clássico contra o Palmeiras, no dia 3 de março, na Neo Química Arena, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Contudo, Vagner Mancini entende que, em relação a "garotada", o objetivo principal é amadurecê-los como profissionais. O treinador, inclusive, tem enxergado êxito neste objetivo.

- Vejo os meninos amadurecendo, que é realmente nossa intenção. Fiz com que sete ou oito atletas da base integrassem nosso elenco nesse início de temporada, mas não podemos esquecer que já tínhamos alguns garotos que estavam com a gente. Vejo que nesse momento é muito importante para o Corinthians, pela saúde financeira, que a gente tenha jogadores que tenha a cara do clube, para isso, precisamos amadurecer esses meninos - comentou o treinador.

Atualmente, o elenco corintiano conta com 35 jogadores, mas Mancini conta com 29, já que Danilo Avelar, Mantuan e Ruan Oliveira se recuperam de lesões no ligamento cruzado, Léo Santos de uma lesão no adutor, André Luís e Roni (além de Ruan) da Covid-19 e Mosquito e Natel fazem transição física.