Erros de arbitragem impedem o Inter de estar em situação mais tranquila no Gaúcho

Rafael Lisboa
Contra o Ypiranga, o Inter teve um pênalti sonegado e um gol mal anulado; Se não houvesse os erros de arbitragem, Colorado estaria classificado para as quartas de final

O Internacional teve, mais uma vez, motivos para reclamar da arbitragem no Campeonato Gaúcho. Contra o Ypiranga, na última quarta-feira, a equipe colorada teve um pênalti em Brenner, não marcado por Anderson Daronco, e um gol mal anulado do atacante. Mesmo conquistando a Recopa Gaúcha nos pênaltis, o Colorado perdeu dois pontos, ficando ainda ameaçado de não conseguir a classificação para as quartas de final da competição.

Ao todo, a equipe colorada perdeu quatro pontos com os erros de arbitragem e poderia estar na vice-liderança com 15 pontos e com a classificação garantida para a próxima fase do Campeonato Gaúcho.

Contra o Juventude, o Inter teve um pênalti erroneamente marcado contra si, aos 47 minutos do segundo tempo, em que o árbitro Diego Real viu toque de mão de Junio, mas a bola bateu no peito do jogador colorado. Após a partida, o vice de futebol do clube, Roberto Melo, acusou a Federação Gaúcha de fazer uma ''força muito grande'' para que o Inter não seja heptacampeão do Campeonato Gaúcho:

- Até agora eu evitei em falar sobre a arbitragem, mas está sendo uma feita uma força muito grande para o Inter não ser hepta. O que ocorreu hoje foi um escândalo, um descalabre. Um juiz que, se não estava mal intencionado, ele não tem a mínima condição de apitar. Contra o Passo Fundo tivemos três pênaltis, para dar apenas um. Não consigo entender. O bandeirinha, o quarto arbitro disseram que não foi pênalti, mas ele assumiu e deu. Avisaram a ele que não foi pênalti. Como eu explico aos meus jogadores? O árbitro pega a bola e marca pênalti. É uma vergonha o que ocorreu hoje. Eu coloco o campeonato sob suspeição. Estão fazendo de tudo para o Inter não ser heptacampeão. Quero saber o que a Federação (Gaúcha de Futebol) fará. Um árbitro que só tinha apitado uma partida. Qual o interesse da FGF para colocá-lo neste jogo? Por que ele deu o pênalti?

Contra o Passo Fundo, o Colorado voltou a não ter uma penalidade marcada, em cima de Seijas, e pediu outro em cima de Brenner. Já contra o Brasil de Pelotas, partida em que o Inter ganhou, o Colorado também foi prejudicado com a não marcação de um pênalti em cima Junio.

Mas nem só de erros contra viveu o Inter no Gaúchão. Contra o Grêmio na Arena, Bolaños sofreu pênalti de Paulão, mas Leandro Pedro Vuaden não marcou, e na partida em que foi derrotado pelo Novo Hamburgo, o Noia teve um gol mal anulado de João Paulo.









E MAIS: