Erro administrativo tira seis nadadores poloneses dos Jogos de Tóquio

·1 minuto de leitura
Escultura com os aros olímpicos

Seis nadadores poloneses que deveriam participar dos Jogos de Tóquio tiveram que deixar o Japão antes do início da competição devido a um erro administrativo da Federação Polonesa de Natação (PZP).

De volta à Polônia no domingo, os nadadores ameaçaram abrir um processo contra a entidade e pediram a renúncia do presidente da PZP.

"Quero expressar meu mais profundo pesar e tristeza pela situação", disse o presidente da federação, Pawel Slominski, em um comunicado, reconhecendo o erro.

Alicja Tchorz, uma das seis integrantes da equipe de natação que regressou à Polônia, denunciou nas redes sociais a "incompetência" da PZP, dizendo que a federação "não entendeu as regras".

“Imagine sacrificar cinco anos de sua vida e seu sacrifício termina em um fracasso gigantesco”, reclamou Tchorz, que participou das Olimpíadas de 2012 e 2016.

A cerimônia de abertura dos Jogos de Tóquio é nesta sexta-feira e as provas de natação começam no sábado.

dt/iwd/rbo/chc/gh/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos