Equipes femininas do Fluminense jogam em duas categorias neste sábado

LANCE!
·2 minuto de leitura


O sábado será marcado pela jornada dupla de Guerreiras do Fluminense. A equipe adulta faz sua estreia no Campeonato Carioca feminino, contra o Angra dos Reis, às 15h, no CT Vale das Laranjeiras. A competição retorna ao calendário após não ter sido realizada em 2020 devido à pandemia do novo coronavírus. Já o time sub-18 feminino do Tricolor das Laranjeiras mede forças com o Corinthians, às 15h30, pelo Brasileiro da categoria no CT do Sorocaba, em jogo válido pela terceira rodada.

Treinadora da equipe adulta, Thaissan Passos não esconde que vêm sobrando desafios para fortalecer o trabalho do time feminino do Fluminense.

- Todo projeto de início é muito complicado, então iniciamos o projeto, e ele veio se estruturando a partir do primeiro e do segundo ano. Em 2019, conseguimos fazer um bom trabalho não só com a equipe adulta, mas também com a base, fazendo as duas finais do Campeonato Estadual. Precisávamos de uma estrutura, um corpo de desenvolvimento para o nosso trabalho - disse, ao site oficial do clube, destacando:

- Precisamos entender que existe um processo, e conseguir chegar às finais do Campeonato Estadual é um processo muito importante para buscarmos o acesso - completou.

A comandante contou quais são os objetivos para a temporada de 2021.

- Buscamos equilibrar o elenco, ter uma equipe bem competitiva. A gente fez uma final em 2019, então o nosso papel é correr atrás do título, temos condições de competir de igual para igual com todas as equipes. A gente sabe que apesar de um ano atípico, todos os clubes se mobilizaram em ter reforços. Queremos iniciar o ano de 2021 de uma maneira muito competitiva, equilibrada, comprometida com o trabalho e em busca do título carioca, é isso que precisamos buscar. Vamos trabalhar com humildade e pés no chão para conseguir trazer esse título para casa - disse.

Em relação ao jogo contra o Angra dos Reis, Thaissan alertou as tricolores.

- Precisamos entrar em todo jogo achando que é uma final. O futebol em geral, e agora particularmente o futebol feminino, vem desenvolvendo muito. A gente precisa jogar contra o Angra dos Reis como jogaríamos contra qualquer outra equipe mais tradicional. Vamos jogar com muito compromisso à camisa do Fluminense e muito respeito ao adversário para buscar o resultado positivo para nossa equipe - declarou.

A equipe sub-18, por sua vez, tenta se redimir após a derrota por 2 a 1 para o São Paulo na quinta-feira passada. As Guerreiras têm como trunfo Carolina, Lara e Luany.