Equipe de Ribeirão Preto disputa a Volta do Uruguai de ciclismo

A Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto disputa, a partir desta sexta-feira, a 74ª edição da Volta do Uruguai, um dos compromissos mais importantes da temporada. A tradicional prova sul-americana é dividida em dez etapas, com a realização de uma por dia, e percorre a distância entre as cidades de Las Piedras e Canelones, totalizando 1.343 quilômetros.

A prova deste ano terá uma novidade em relação às edições anteriores. Pela primeira vez os ciclistas não irão passar pelas ruas da capital Montevidéu, algo que tem causado polêmica no país. Para o treinador da equipe brasileira, Marcelo Donnabella, a mudança no percurso não altera o grau de dificuldade da prova.

“A prova atrai os melhores ciclistas das Américas, incluindo os de Ribeirão Preto, ou seja, teremos uma grande disputa, muito equilibrada do começo ao fim, passando por Montevidéu ou não”, avaliou.

Esta será a segunda participação da equipe de Ribeirão Preto na Volta do Uruguai e para Donnabella a experiência na competição vai ser um diferencial durante a prova. “Como já participamos uma vez, sabemos que o nível é muito alto. Chegaremos lá preparados para isso”, declarou.

Para a disputa da Volta do Uruguai, o treinador convocou os ciclistas Cristian Egídio, Jeovane “Maminha” de Oliveira, Luís Fernando Trevisan, Mauricio Knapp, Rodrigo do Nascimento e Rodrigo Melo. Trevisan, de 20 anos, é o atual campeão da categoria sub-23 e vai em busca do bicampeonato da prova.