Entrevista de Messi: gol favorito, melhor técnico, pior momento, Cristiano Ronaldo e mais

Craque argentino falou sobre vários momentos de sua carreira os mais difíceis adversários que já enfrentou
Craque argentino falou sobre vários momentos de sua carreira os mais difíceis adversários que já enfrentou

Lionel Messi é alvo de uma grande homenagem do Cirque du Soleil, que fez uma apresentação especial em tributo ao camisa 10 da seleção argentina e do Barcelona. No evento de lançamento da atração, o craque falou com a RAC1 e respondeu uma série de perguntas que vão desde os melhores e piores momentos da carreira, passando por Neymar até seu desejo de conquistar outra Champions League e a falta que sente de Cristiano Ronaldo em LaLiga.

Veja as palavras do argentino.

Melhor momento da carreira: "É difícil escolher um. Tive a sorte de viver muito em diferentes etapas da minha vida, mas acho que a época de Guardiola foi um dos meus melhores momentos".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Pior momento: "O pior foi em 2013/14, quando me lesionei e fiquei dois meses fora".

Melhor gol: "Já disse muitas vezes, o de Roma de cabeça na final [da Champions League] contra o Manchester [United]".

Defesas mais difíceis: "Não saberia dizer nenhum concretamente. Mas houve equipes difíceis, como os ingleses que foram muito físicos e fortes, o futebol se torna mais tático e duro".

Melhor rival: "A seleção espanhola. Jogamos um amistoso no estádio do Atlético, com Maradona de técnico antes do Mundial de 2010, que eles venceram. Foi uma das partidas que o rival mais me surpreendeu".

Melhor partida: "A que eu me lembro melhor foi a semifinal contra o Real Madrid, que ganhamos por 2 a 0. Não sei se foi nossa melhor partida, mas foi um recordação única".

Jogadores que sente desprezo: "Sempre tive uma boa relação e acho que ninguém pode falar mal de mim".

Melhor treinador: "Guardiola é o melhor de todos. Luis Enrique está muito perto".

Sente falta de Cristiano Ronaldo: "Eu gostaria que ele tivesse continuado no Real Madrid, pois dava um plus na rivalidade do Clássico e em LaLiga. O Real Madrid estará lá em cima porque tem jogadores muito bons, mas já disse que a equipe ia sentir sua baixa por tudo o que significava e qualquer equipe sentiria falta. Mas eles têm jogadores de sobra para brigar por tudo, além de tudo, eles têm muita história".

Bolas em casa: "De Ouro ou em total? Tenho um museu que guardo meus prêmios e camisas. Eu guardo tudo".

Ser capitão: "Não sinto pressão. É algo precioso".

Leia também