Entrevista de Cristiano Ronaldo não será distração para Portugal na Copa, diz técnico

Cristiano Ronaldo durante treino da seleção de Portugal em Lisboa

(Reuters) - O técnico da seleção de Portugal, Fernando Santos, disse que a entrevista explosiva de Cristiano Ronaldo não tem sido uma distração no vestiário da equipe enquanto o time se prepara para um amistoso contra a Nigéria em Lisboa, na quinta-feira, que será o último jogo antes da viagem para a Copa do Mundo do Catar.

Perguntado se os comentários de Cristiano sobre seu clube, o Manchester United, haviam tido um impacto sobre a seleção portuguesa na preparação para a Copa do Mundo, Santos disse que o que aconteceu com seu jogador mais importante nada tem a ver com a seleção nacional.

"O jogador decidiu dar uma entrevista, como muitos já fizeram", disse Santos em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Lisboa.

"É uma entrevista pessoal, muito pessoal, na verdade, e temos que respeitar isso. O Cristiano Ronaldo não é um homem livre? ...Foi a decisão dele e temos que entender e respeitar".

Santos disse que não havia ouvido nenhum de seus jogadores comentando a entrevista desde que se apresentaram na segunda-feira.

"A única coisa que temos que conversar é sobre a preparação para o Catar. A entrevista não nos afeta de maneira alguma", disse o técnico, que acrescentou que Cristiano se recupera de um problema estomacal e perderá o treino de quarta-feira e o amistoso de quinta-feira contra a Nigéria.

Em entrevista explosiva divulgada no domingo, Ronaldo disse que o Manchester United o traiu e que ele está sendo forçado a sair do clube, além de afirmar que não tem respeito pelo técnico Erik ten Hag.

(Reportagem de Fernando Kallas)