Entre erros e acertos do Juventude, Eduardo Baptista mira duelo contra o Botafogo pelo Brasileirão

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Diante do Bota, Eduardo Baptista fará seu sétimo jogo no comando do Juventude (Fernando Alves/Juventude)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Juventude entende que uma recuperação logo no início poderá trazer mais alívio para a sequência da competição.

> Confira a tabela do Brasileirão

Além dos resultados ruins até o momento, o técnico Eduardo Baptista, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (29), lamentou o fato de sua equipe sofrer gols inexplicáveis. Por outro lado, elogiou um dos pontos fortes da equipe: a velocidade.

- A gente tem tomado gols que não têm explicação. Trabalhamos bastante a bola parada para que possamos não tomar gols. E estamos com um contra-ataque muito rápido, a hora que precisar marcar sem a bola, nós também estamos com uma chegada boa - declarou.

Contra o Botafogo, adversário neste domingo, Baptista busca a primeira vitória do Juventude no Brasileirão. Porém, sabe que não terá vida fácil em campo. Entre as questões, o que mais lhe chama a atenção é atmosfera que seus jogadores encontrarão no Nilton Santos, ressaltando que 'a parte psicológica' deverá fazer a diferença em campo.

- Demos uma atenção especial ao adversário, que vai ter um ambiente muito favorável com o estádio cheio. A parte psicológica vai fazer a diferença de saber entender o ambiente, a hora de marcar, de atacar, a hora de subir uma pressão e a hora de segurar um pouco mais - destacou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos