Entenda por que o Botafogo pede esquema vacinal e antígeno à torcida e jornalistas em jogo do Brasileirão

·2 minuto de leitura


O Botafogo terá um reforço de peso na busca pelo retorno à Série A: neste domingo, o Alvinegro jogará diante da torcida no Estádio Nilton Santos pela primeira vez em 18 meses. O jogo será diante do Sampaio Corrêa, às 18h30, válido pela 26ª rodada da Série B do Brasileirão.

+ Luiz Fernando, Danilo Barcelos, Luís Henrique... Relembre o time do Botafogo no último jogo com público

A partida, contudo, ainda não terá arquibancadas totalmente liberadas: apenas 4.999 ingressos serão comercializados e as vendas estão sendo de forma online. Um dos motivos disto é que a partida também serve como um evento-teste para a Prefeitura do Rio de Janeiro, que vai medir se haverá aumentos nos casos de Covid no estado com o retorno dos eventos.

Para entrar, o torcedor, além do ingresso, terá que apresentar dois documentos: esquema vacinal conforme o cronograma da Secretaria Municipal de Saúde e um exame de testagem de antígeno em rede credenciada pelo Botafogo realizado até 48 horas antes do jogo.

Na semana passada, foi publicado no Diário Oficial um Decreto autorizando a presença de pessoas com esquema de vacinação completa em ambientes abertos, respeitando 50% da capacidade total do local. O Botafogo será o terceiro time a contar com a volta do público: Flamengo e Vasco já atuaram sob a presença dos torcedores.

Seja torcedor ou jornalista credenciado para cobrir a partida, qualquer um que garantiu a presença no Nilton Santos teve que informar o CPF a uma plataforma do Botafogo ou da CBF. Estes números entrarão em um "banco de dados" da Prefeitura e, nos próximos 15 dias, a instituição ficará de olho se as pessoas que foram ao estádio no domingo darão entrada em hospitais com sintomas da Covid-19 - tudo isso pelo registro da identidade.

"O público foi ainda previamente cadastrado, com todos os dados informados, incluindo CPF, para monitoramento da SMS pelas próximas duas semanas. Caso algum desses CPFs seja relacionado a um caso notificado e confirmado de covid-19 dentro desse período, será identificado pela SMS.", informou a Prefeitura.

Ou seja, a necessidade do esquema vacinal e do teste de antígeno partiu da Prefeitura, que vai analisar o estado de saúde das pessoas que foram ao jogo nas próximas duas semanas. Se a resposta for de poucos indivíduos dando entrada em hospitais, a tendência é que os próximos jogos tenham a liberação de mais público.

+ Botafogo foca reconstrução na base e em melhorias para o setor

A coleta dos dados de CPF dos torcedores é de responsabilidade do Botafogo, que abriu vendas somente online e, em todos os casos, pediu o número de identidade de todos. As redes de vacinação credenciadas também têm comunicação direta com o clube, enviando o resultado dos testes de antígeno a uma plataforma. De lá, esses números serão repassados à Prefeitura.

O primeiro jogo com retorno de público ainda pode contemplar poucas pessoas - pouco mais de 10% da capacidade total do Estádio Nilton Santos -, mas a tendência é que, se o resultado do evento-teste for positivo, cada vez mais pessoas tenham acesso às partidas do Alvinegro.

Botafogo x Avai - TORCIDA DO BOTAFOGO
Botafogo x Avai - TORCIDA DO BOTAFOGO

Torcida do Botafogo no Nilton Santos (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos