Entenda por que a Globo não queria mostrar o Corinthians neste domingo

Yahoo Esportes
Jô comemora gol em cima do Red Bull Bragantino, em jogo exibido só no pay-per-view (Daniel Augusto Jr/Corinthians)
Jô comemora gol em cima do Red Bull Bragantino, em jogo exibido só no pay-per-view (Daniel Augusto Jr/Corinthians)

Se dependesse apenas da TV Globo, a partida em TV aberta das semifinais do Paulistão, neste domingo, seria Palmeiras x Ponte Preta. Classificado desde a noite de quarta-feira para a semifinal, o presidente corintiano Andrés Sanchez tinha a informação de que o duelo como o Mirassol ocorreria às 19h.

Mas a Globo e a FPF (Federação Paulista de Futebol) foram obrigadas a desistir da ideia de exibir o Verdão na TV aberta. Tudo por causa da regra na Fifa que impede times de entrarem em campo em um intervalo inferior a 66 horas, conforme revelou o jornalista Gabriel Vaquer.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O grande problema foi a Ponte Preta, que disputou as quartas de final na noite de quinta-feira - a vitória em cima do Santos por 3 a 1 começou às 21h e só terminou pouco antes das 23h. Se o duelo contra o Verdão fosse confirmado para as 16h, o intervalo seria de 65 horas.

Diante disso, Corinthians x Mirassol ficou para as 16h deste domingo, com transmissão da Globo para todo o estado de São Paulo e boa parte do país - o Sportv também exibirá o jogo para todo o Brasil. Já Palmeiras x Ponte Preta tem início às 19h e passará no pay-per-view.

A Globo tem priorizado as partidas de Flamengo e Corinthians no PPV como estratégia para recuperar parte dos quase 500 mil assinantes perdidos desde o início da pandemia do Coronavírus - a guerra nos bastidores entre Flamengo e Globo durante o Campeonato Carioca também causou uma debandada de assinantes.

Leia também