Entenda como será o surfe, recém-chegado às Olimpíadas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Karatê, escalada esportiva, softball/beisebol e até mesmo skate. Então, essas novas modalidades podem garantir aos países colocações inéditas no quadro geral de medalhas. Nos Jogos Olímpicos mais diverso e diferente da história, a proposta do Comitê Olímpico é incluir um público mais jovem e “refletir a tendência de urbanização do esporte”. Exceto um.

Enfim, o trabalho de havaianos, americanos e australianos em difundir o surfe foi reconhecido. Mas com a estreia marcada pra este sábado, às 19h (horário de Brasília) não há favoritismo maior do que o brasileiro.

:: A PRAIA DOS BRASILEIROS: CHIBA

No extremo leste da ilha um beach break formado   (COI)
No extremo leste da ilha um beach break formado (COI)

A cidade de Ichinomiya fica a 40km de Tóquio e tem prais de areia escuras, além de batidas. O local não é – nem mesmo - das praias mais bonitas no Japão. Mas fica em local estratégico. O ponto mais o Leste do Japão pode receber ondulação de todos os lados, independentes das estações. Essa frequência de ondas é o sonho de qualquer surfista.

As ondas do verão tem menos força e são menores. As marolas, formação que dá vantagens aos brasileiros, que aprenderam a surfar em condições parecidas.

Muros de contenção (foto) são necessários para dias de mar com presença de tufões (COI)
Muros de contenção (foto) são necessários para dias de mar com presença de tufões (COI)

Por isso, a praia de Tsurigasaki é possível ver pranchas na água. O ponto preferido dos surfistas japoneses agora será local de 20 homens e 20 mulheres que terão o privilégio de marcar seu nome na história da estreia do surfe no programa olímpico.

:: ALERTA DE PÓDIO, BRASIL

Em uma decisão onde tudo é novo, impossível prever qualquer palpite além do óbvio: tem mais chances quem está adaptado àquelas condições. Os maroleiros têm vantagem, o que garante a cearense Silvana Lima pelo feminino e o potiguar Italo Ferreira com o paulista Gabriel Medina moldaram seu surfe em lugares parecidos. O Brasil ainda conta com Tatiana Weston-Webb, que vive e treina em Kawai, Havaí.

Para Silvana, conta muito a evolução do seu surfe nos últimos dois anos. Apesar de ter testado positivo a Covid19 durante o último ISA Games 2021, em El Salvador, a última competição mundial que disputou ficou terminou como 2ª colocada, no ISA Games 2019, em outra praia ao norte do Japão, em Miyazaki.

Durante esse mesmo evento, Italo Ferreira se destacou desde a estreia. Chegou atrasado, surfou com prancha emprestada e conquistou medalha de ouro no ISA Games do Japão. Esse pódio (foto acima), em 2019, seria o marco de uma mais uma reviravolta na carreira Gabriel Medina.

Único surfista garantido na fase final na temporada, Medina chega como favorito ao ouro. Foto: Ryan Pierse/Getty Images
Único surfista garantido na fase final na temporada, Medina chega como favorito ao ouro. Foto: Ryan Pierse/Getty Images

No intervalo de três anos, Medina conquistou um vice-campeonato mundial e, atualmente, lidera o ranking do Circuito Mundial de Surfe. Único entre os 32 surfistas do mundial classificado para fase final dessa temporada, ainda pesa a favor de Gabriel Medina um outro fator...

:: VALE A PENA ASSISTIR?

Show de aéreos dos brasileiros ou “mar em fúria” por Tufão (COI)
Show de aéreos dos brasileiros ou “mar em fúria” por Tufão (COI)

A novidade ao mundial está no formato. Na primeira rodada os 20 surfistas serão divididos e sorteados em cinco grupos de quatro atletas. Na segunda roda chega ao máximo de atletas numa bateria: cinco. A partir da terceira rodada começa o formato um contra um. O tempo será o mesmo da primeira rodada até a final: 30 minutos. A regra de que as duas melhores notas entram no somatório continua.

Clique aqui e veja agenda com horários detalhados.

Portanto, a expectativa de alguns 10 em manobras aéreas podem ser o diferencial dos brasileiros. Em uma onda, a qualquer momento da bateria quem tem essa manobra no pé consegue virar quatro rivais de uma vez só. O evento será terá quatro dias de janela (de 24 a 28 de julho) e tem previsão de tufão, com ondulações fortes na costa japonesa e possibilidade da disputa ficar mais acirrada com franceses (Jeremy Flores e Michel Bourez) e americanos (Kolohe Andino e Jonh Jonh Florence) – ambos candidatos a pódio em condições de ondas grandes.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Começa neste sábado (24/07) com round 1 definido:

Baterias 1ª Fase – Masculino *

Bateria 1

(19h) Italo Ferreira (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA), Hiroto Ohara (JAP), Leandro Usuna (ARG)

Bateria 2

(19h40) Kanoa Igarashi (JAP), Jeremy Flores (FRA), Miguel Tudela (PER), Frederico Morais (POR)

Bateria 3

(20h20) Kolohe Andino (EUA), Julian Wilson (AUS), Lucca Mesinas (PER), Billy Stairmand (NZL)

Bateria 4

(21h) JJ Florence (EUA), Owen Wright (AUS), Manuel Selman (CHI), Ramzi Boukhiam (MAR)

Bateria 5

(21h40) Gabriel Medina (BRA), Michel Bourez (FRA), Leon Glatzer (ALE) e Rio Waida (IND)

(*) Todos os horários com referência ao horário de Brasília

Baterias 1ª Fase – Feminino *

Bateria 1

(22h20) Carissa Moore (EUA), Teresa Bonvalot (POR), Daniela Rosas (PER), Dominic Barona (EQU)
Bateria 2

(23h) Sally Fitzgibbons (AUS), Brisa Hennessy (CRI), Mahina Maeda (JAP), Bianca Buitendag (AFR)

Bateria 3

(23h40) Stephanie Gilmore (AUS), Silvana Lima (BRA), Pauline Ado (FRA), Anat Lelior (ISR)

Bateria 4

(00h20) Tatiana Weston-Webb (BRA), Johanne Defay (FRA), Amuro Tsuzuki (JAP), Sofía Mulanovich (PER)

Bateria 5

(1h) Caroline Marks (EUA), Yolanda Hopkins (POR), Leila McGonagle (CRI), Ella Williams (NZL)

(*) Todos os horários com referência ao horário de Brasília

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos