Entenda como as contratações do Botafogo 'pós-Carioca' foram importantes na campanha do acesso

·6 min de leitura


O Botafogo conquistou o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro após vencer o Operário por 2 a 1, na última segunda-feira, no estádio Nilton Santos. Nesse sentido, as contratações do Alvinegro após a disputa do Estadual foram determinantes para que o time obtivesse sucesso e conquistasse o principal objetivo da temporada. Por isso, a seguir, o LANCE! lista alguns nomes que chegaram e mostra como eles foram importantes para o Glorioso retornar à elite do futebol brasileiro.

> ATUAÇÕES: Pedro Castro e Rafael Navarro garantem o Botafogo na Série A

CHAY

Naturalmente, este é o primeiro nome que vem à cabeça do torcedor. O meia se destacou pela Portuguesa-RJ e foi adquirido por empréstimo pelo Botafogo. Inclusive, o bom desempenho dentro de campo, fez com que o clube exercesse a opção de compra do jogador e renovasse o vínculo até 2024.

Até aqui, o camisa 14 marcou oito gols e deu o mesmo número de assistências. Além disso, o meia rapidamente caiu nos braços da torcida. Xodó, Chay até ganhou uma música que viralizou nas redes sociais (clique aqui e relembre).

A partida da última segunda-feira, inclusive, ilustra a importância do meia para o Botafogo. O jogador havia sofrido uma lesão parcial dos ligamentos do tornozelo direito contra o Goiás e ficou de fora de três compromissos. De volta contra o Operário, Chay teve uma dificuldade, portanto, natural dentro de campo e ainda sentiu dores na perna e mancou na reta final.

Contudo, foi dele o cruzamento na medida para Pedro Castro empatar a partida contra o Fantasma. Mesmo machucado e sem ritmo de jogo, Chay foi determinante para que o Glorioso vencesse e garantisse a vaga para a Série A matematicamente.

> O Bota já subiu! Veja a tabela da Série B

Chay - Botafogo
Chay - Botafogo

Chay foi decisivo para a vaga na elite do futebol brasileiro (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

BARRETO

O primeiro volante, que é cria do Criciúma, foi um pedido do então técnico Marcelo Chamusca. Barreto chegou no começo de junho deste ano e teve dificuldade para se firmar no meio de campo do Botafogo.

No entanto, aos poucos e, principalmente, após a chegada do técnico Enderson Moreira, encaixou no time e virou uma figura carimbada no time titular. A evolução do camisa 23, inclusive, é evidenciada nos números.

Conforme dados do site "FootStats", Barreto é o segundo do time com mais passes certos (38) e o quinto em mais passes certos (751). Isso é o reflexo de um jogador que foi sólido na defesa e importante na transição do ataque para a defesa.

Barreto - Botafogo x CRB
Barreto - Botafogo x CRB

Barreto chegou ao Botafogo em junho (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

DANIEL BORGES

O lateral-direito foi oficializado apenas quatro dias após o fim da Taça Rio. Daniel Borges chegou do Mirassol após pedido do técnico Marcelo Chamusca e disputou posição com Jonathan Lemos, que fez um Campeonato Carioca consistente pelo Alvinegro.

No entanto, o companheiro se machucou, e ele, então, começou a ganhar oportunidades e minutos no time titular. Dentro de campo, foi evoluindo e, mesmo com a volta de Jonathan, Daniel Borges se manteve entre os 11 iniciais do Botafogo.

Aliás, com Enderson Moreira, o defensor chegou a desempenhar uma nova função. Na saída de bola, o Botafogo forma uma linha de três, com os dois zagueiros e Daniel. Assim, o lateral-esquerdo, geralmente Carlinhos, ganha liberdade para atacar a ponta. Mesmo com a mudança "brusca", ele se adaptou bem e cumpriu bem com o papel dentro de campo.

Também vale destacar os números do lateral-direito nesta Série B. Uma das referências técnicas da equipe, Daniel Borges lidera o Botafogo na Série B em passes certos (1.319) e em desarmes (44).

Daniel Borges - Botafogo
Daniel Borges - Botafogo

Daniel Borges é o dono da lateral-direita do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LUÍS OYAMA

Outro jogador que veio do Mirassol, Luís Oyama foi oficializado como reforço por empréstimo do Botafogo no dia 31 de maio. O camisa 5 estreou na vitória do Alvinegro sobre o Coritiba por 2 a 0, pela segunda rodada da Série B, e logo impressionou.

O Botafogo, vale lembrar, vivia uma verdadeira dor de cabeça para escalar jogadores na função de primeiro volante, mas o desempenho de Oyama rapidamente esse problema. O jogador se tornou figurinha carimba no time titular do Alvinegro e rendeu tanto no sistema defensivo quanto no ofensivo.

Atualmente, Oyama é um dos principais jogadores do Botafogo e um dos que a torcida tem mais carinho. Até aqui, ele soma 37 desarmes (terceira melhor marca do time), 15 interceptações (segunda melhor marca do time) e 767 passes certos (terceira melhor marca do time).

Botafogo x Náutico - Luis Oyama
Botafogo x Náutico - Luis Oyama

Oyama celebra gol marcado contra o Náutico (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

DIEGO GONÇALVES

18º reforço do Botafogo para a temporada, o atacante foi mais um jogador que chegou do Mirassol. Assim como Barreto, Diego Gonçalves não engrenou no time de primeira, mas não tardou para conseguir se encaixar entre os titulares.

Diego costuma atuar pelo lado esquerdo e ajuda a esticar o campo por ali com muita velocidade. Não por acaso, ele já tem 34 dribles certos pelo Botafogo na Série B, o que é a segunda melhor marca da equipe - fica atrás apenas de Chay.

Além do dinamismo trazido pelo lado esquerdo, os números mostram como ele foi diretamente responsável pela construção de resultados positivos. Diego já soma sete gols pelo Botafogo (terceira melhor marca da equipe) e três assistências (terceira melhor marca do time).

Diego Gonçalves - Botafogo
Diego Gonçalves - Botafogo

Diego Gonçalves assumiu a titularidade pelo lado esquerdo do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

CARLINHOS

No dia 1º de setembro, o Botafogo acertou a chegada do lateral-esquerdo, que chegou por empréstimo do Fortaleza. Apesar de já contar com Hugo e Jonathan Silva, o Alvinegro foi ao mercado e adquiriu o que seria uma das melhores contratações para o time na temporada.

Apesar de ter chegado mais perto do fim - e disputado apenas 14 jogos nesta Série B -, Carlinhos logo ganhou espaço e dividiu a titularidade da lateral-esquerda com Hugo. Dentro de campo, o jogador impressionou a torcida especialmente pelo condicionamento físico.

Com o esquema tático de Enderson, Carlinhos ganhou muita liberdade para se lançar ao ataque, esticar o campo pelo lado esquerdo e incomodar a defesa adversária. Importante nas construções de jogadas, o lateral também não se escondia e ajudou bastante no sistema defensivo.

Apesar de ter menos tempo em campo que os demais companheiros, ele soma um gol, uma assistência e 16 passes para finalização, que já é a sétima melhor marca do Botafogo na Série B.

Botafogo x CRB - Carlinhos
Botafogo x CRB - Carlinhos

Carlinhos comemora gol marcado contra o CRB (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

ENDERSON MOREIRA

Por fim, é imprescindível fazer uma menção ao técnico Enderson Moreira. Ele foi oficializado como novo treinador do Alvinegro logo após a derrota da equipe por 2 a 0 para o Goiás.

Naquele momento, o Glorioso estava na 14ª colocação, com apenas 13 pontos conquistados e uma diferença de dez para o G4. Hoje, o Botafogo é o líder da Série B, com 66 pontos e está classificado para a Série A do ano que vem.

Sob o comando do novo comandante, o Alvinegro Carioca soma 73,6% de aproveitamento, segundo o "SofaScore". No total, foram 16 vitórias e apenas três derrotas. Além disso, o time passou 67% das partidas com o novo treinador sem sofrer gols. Enderson Moreira mudou o Botafogo da água para o vinho e, consequentemente, é um dos responsáveis diretos pelo sucesso da equipe na Série B do Brasileirão.

Botafogo x Confiança - Enderson Moreira
Botafogo x Confiança - Enderson Moreira

Enderson Moreira chegou ao Botafogo em julho (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos