Entenda as regras que começam a valer hoje em SP

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Pedestrians walk on a rainy day through the streets of São Paulo, Brazil, on January 12, 2021. (Photo by Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)
Pedestrians walk on a rainy day through the streets of São Paulo, Brazil, on January 12, 2021. (Photo by Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)

Toda a Grande São Paulo, incluindo a capital, entra nesta segunda-feira (25), na fase laranja, a segunda mais restritiva como medida para tentar conter o avanço do coronavírus. Outras seis regiões do estado passarão da fase laranja para a fase vermelha, a mais restritiva, em que só atividades essenciais podem funcionar.

Grande São Paulo, Araraquara, São João da Boa Vista, Campinas e Baixada Santista passam da fase amarela para a laranja, que prevê o fechamento de bares para atendimento presencial e o funcionamento de restaurantes apenas até as 20h, com capacidade reduzida.

Leia também

Já Bauru, Franca, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté passam da fase laranja de restrições para a vermelha. O governo estadual determinou ainda que Barretos vai direto da amarela para a vermelha, além de Marília, que permanece na fase mais restritiva.

A fase vermelha também está valendo para todos os dias úteis no estado de São Paulo das 20h às 6h, a partir de amanhã (26).

A determinação prevê ainda a fase vermelha para todo o estado nos finais de semana e feriados, contando a partir do próximo final de semana, nos dias 30 e 31, inicialmente até o dia 7 de fevereiro.

Na fase vermelha, só é permitido o funcionamento de setores essenciais como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria.

A fase laranja permite o funcionamento de academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais, mas apenas por oito horas diárias. O atendimento é limitado a 40% da capacidade, com encerramento às 20h.

O consumo local em bares durante todo o dia não será permitido - apenas a retirada na porta, drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos. A venda de bebidas alcoólicas no comércio também é restrita até as 20h.