Endrick: de multicampeão na base do Palmeiras até ser decisivo no título do Brasileirão


Aos 16 anos, Endrick já tem um título profissional para chamar de seu: o Brasileirão 2022, pelo Palmeiras. O garoto de Valparaíso, região no cone Sul do Distrito Federal (Brasília), começa sua trajetória no futebol após ascensão meteórica, diversas conquistas nas categorias de base e participação decisiva no Hendeca do Verdão.

> Maior campeão do Brasil! Relembre todos os títulos nacionais do Palmeiras

Anos antes de finalmente poder ser integrado ao time de cima do Verdão, o jovem foi conhecido pelo clube através de vídeos enviados por Douglas Ramos, seu pai. Mas não foi só o Palmeiras que tomou conhecimento da joia: Corinthians, São Paulo e Santos também observaram o atleta.

Entretanto, segundo Douglas, nenhum clube além do Alviverde quis apostar no atacante.

- No Corinthians, ele também foi aprovado, mas o clube entendeu que não valia a pena custear a vida do resto da família, ou seja, também não acreditaram muito. Já no Santos, entrei em contato para ele poder ser avaliado, avisando que não tinha condições de arcar com a passagem e a estadia para o teste e eles responderam que não trabalhavam dessa forma - afirmou Douglas, em Live com o jornalista Jorge Nicola.

+ Quem é Endrick? Veja a história do garoto

Contrapondo a resposta negativa dos rivais, o Palmeiras acertou com Endrick quando ele tinha apenas 11 anos. O clube atendeu às condições propostas: moradia para a família na capital paulista, estudo garantido e um emprego a Douglas no clube para ele ficar próximo ao filho.

O resto é (o começo de) história. Na base do Palmeiras, a joia balançou as redes 86 vezes em 126 jogos. Se considerarmos as partidas não oficiais (67), ele soma 161 gols, ao todo.

Ganhou tudo na base

Desde o início de sua história no Palmeiras, Endrick enfilerou taças. Ele foi o primeiro atleta do Verdão a ser campeão nas cinco principais categorias de base do clube.

+ Endrick é escolhido entre os melhores sub-20 do mundo por jornal italiano

Ao todo, foram 14 títulos expressivos com a camisa alviverde, entre eles estão: Copa São Paulo de Futebol Júnior 2022, Brasileirão sub-20, Copa do Brasil Sub-17 e os Paulistas Sub-11, Sub-13, Sub-15.

endrick luis guilherme palmeiras
endrick luis guilherme palmeiras

Luis Guilherme (esquerda) e Endrick (direita) (Foto: Reprodução/Twitter @BasePalestrina)

Explodiu na Copinha

Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, Endrick já despertava atenção do público e confirmou as altas expectativas sobre seu futebol. Na época com 15 anos, ele marcou seis gols em sete partidas.

Alguns dos tentos anotados pela promessa foram "pinturas". Um desses golaços foi uma meia-bicicleta de fora da grande área, na goleada do Palmeiras sobre o Oeste, por 5 a 2, nas quartas de final.

> Clique e simule os resultados da reta final do Brasileirão!

Endrick ainda fez 'hat-trick' na Copinha, sendo eleito craque do torneio, o autor do gol mais bonito e o campeão — o título é inédito na história do Palmeiras. As ótimas atuações dele renderam especulações sobre o interesse de times europeus em contratá-lo e até campanhas para que o técnico Abel Ferreira o levasse para disputar o Mundial de Clubes da Fifa.

Enrick - campeão da Copa São Paulo Copinha
Enrick - campeão da Copa São Paulo Copinha

Endrick foi destaque da Copinha (Foto: Reprodução/Twitter)

O primeiro contrato profissional

O dia esperado por muitos palmeirenses foi 21 de julho de 2022. Nessa data, Endrick completou 16 anos e, agora com a idade permitida, pôde assinar seu primeiro contrato profissional — o que fez exatamente no dia de seu aniversário. O vínculo acertado com o Palmeiras foi de três anos, limite máximo previsto por lei.

Endrick - Palmeiras
Endrick - Palmeiras

Endrick quando assinou seu contrato profissional com o Palmeiras (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Nome do título Brasileiro sub-20

Assim como na Copinha, Endrick atuou com companheiros e adversários do sub-20. Ou seja, jogadores mais velhos e teoricamente mais maduros.

O Palmeiras chegou à final do Brasileirão da categoria, e o adversário era seu maior rival: o Corinthians. Em plena Neo Química Arena, o Verdão venceu o Derby paulista por 1 a 0, com gol marcado por Endrick.

No segundo tempo do jogo, o então camisa 9 recebeu na entrada da área, dominou com liberdade e bateu no canto esquerdo da meta adversária, balançando as redes e garantindo a taça ao Palmeiras.

Estreia no profissional

A primeira vez que Endrick foi relacionado para uma partida do time profissional foi no clássico com o Santos, em 10 de setembro. Desde então, passou a sempre integrar a lista de jogadores escolhidos pelo técnico Abel Ferreira nos jogos seguintes.

Porém, no Clássico da Saudade e diante de Atlético-MG e Botafogo, o Verdão se complicou e passou por situações adversas: o time teve um jogador expulso em cada um dos três jogos. Portanto, não houve um momento adequado para Endrick estrear.

A oportunidade de jogar na equipe profissional apareceu diante do Coritiba, no dia 6 de outubro. O Palmeiras vencia o Coxa por 3 a 0, em casa, com a torcida gritando o nome de Endrick. Ele entrou, criou chances claras para amplicar o placar, os torcedores "foram à loucura" e a equipe goleou por 4 a 0.

Palmeiras x Coritiba - Endrick
Palmeiras x Coritiba - Endrick

Endrick estreou contra o Coritiba (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Sequência, gols decisivos, titularidade e título

A natural ascensão de uma joia como Endrick aconteceu até rápido demais. Após a vitória contra o Coritiba, o garoto entrou no clássico com o São Paulo — partida em que também criou boas chances de gol — e deu assistência para Vanderlan no triunfo sobre o Avaí.

Na sequência, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, o Palmeiras perdia por 1 a 0. Endrick foi chamado por Abel Ferreira e veio a consagração: ele fez o gol de empate, roubando a bola do defensor e depois completando para o fundo da rede, e também marcou o tento da virada. 3 a 1 no placar, título do Brasileirão encaminhado e o jovem de 16 anos pedindo passagem.

+ Endrick marca primeiro gol como profissional e leva torcida do Palmeiras ao delírio

A taça do Campeonato Brasileiro já estava garantida nesta quarta-feira (2), após o Internacional perder seu duelo com o América-MG. Já tendo sido decisivo na partida anterior, Endrick, então, foi escolhido para começar como titular no jogo do título, contra o Fortaleza, formando ataque com ídolos do clube como Dudu, Rony e Gustavo Scarpa.

Mais uma vez, ele fez gol: Palmeiras 4 x 0 Fortaleza.

O garoto é o mais jovem a marcar com a camisa do Palmeiras (já são três!), o primeiro a vencer títulos em todas as categorias do clube e crava seu nome na história do maior campeão do Brasil. Este é só o começo da carreira de um atleta que podemos ver (em breve) entre os mais promissores — ou melhores — do mundo.

Prazer, futebol, o nome dele é Endrick!