Endrick estabelece marca inédita na história do Palmeiras


A conquista do título brasileiro na última quarta-feira rendeu ao atacante Endrick a marca de ser o primeiro atleta da história do Palmeiras campeão em todas as categorias do futebol: sub-11, sub-13, sub-15, sub-17, sub-20 e profissional.


> Maior do Brasil! Relembre todos os títulos nacionais do Palmeiras
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

Só nesta temporada de 2022, a Cria da Academia faturou a Copinha, o Campeonato Brasileiro sub-20 e a Copa do Brasil sub-17, além do Brasileirão – e, em todos, marcou gols nas partidas decisivas. No clube desde 2016, quando chegou aos dez anos de idade, o jovem já havia faturado o Campeonato Paulista sub-11, sub-13, sub-15 (duas vezes) e sub-20, e outros seis torneios nacionais e internacionais.

Vale destacar que a maioria das conquistas veio com Endrick atuando em categorias acima da sua idade. Na Copinha, por exemplo, em meio a adversários de até 21 anos, o jovem de 15 anos foi eleito o melhor jogador da competição e ainda garantiu a artilharia com seis gols em sete partidas.

Titular pela primeira vez com Abel Ferreira na última quarta-feira, Endrick anotou diante do Fortaleza o seu terceiro gol em cinco jogos no profissional (o primeiro no Allianz Parque, mesmo local onde marcou o gol do título paulista sub-11 em 2017). Pela base, foram 161 gols em 188 partidas, considerando jogos oficiais e amistosos. Só em jogos de campeonato, foram 86 bolas na rede em 121 duelos.

Endrick com o prêmio de gol mais bonito da Copinha em 2022
Endrick com o prêmio de gol mais bonito da Copinha em 2022

Endrick campeão da Copinha (Foto: Fabio Menotti/SE Palmeiras)

Este não é o primeiro recorde que Endrick atinge desde que passou a frequentar o time profissional, ao completar 16 anos, em julho passado. Vale lembrar que o regulamento das competições nacionais impede jovens de até 15 anos jogar pelas equipes principais.

Em sua estreia, aos 23 minutos do segundo tempo diante do Coritiba, no dia 6 de outubro, no Allianz Parque, pela 30ª rodada do Brasileirão, o atacante se tornou o atleta mais jovem a atuar pelo clube em toda a história. Com 16 anos, dois meses e 15 dias, superou Rodrigo Taddei, antigo dono da marca, que tinha 16 anos, 3 meses e 5 dias quando entrou em campo diante do Botafogo-RJ, em duelo amistoso disputado em 1996.

Já o recorde de mais jovem atleta a balançar a rede pelo Verdão em todos os tempos veio pouco depois, no dia 25 de outubro, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 34ª rodada do Brasileiro.

Com 16 anos, 3 meses e 4 dias de idade, o camisa 16 marcou os dois primeiros gols da vitória por 3 a 1 e superou o antigo recordista, Heitor, maior artilheiro da história alviverde, que marcou o primeiro de seus 323 gols pelo clube aos 16 anos, 11 meses e 14 dias, em uma vitória do Palestra Italia por 4 a 1 sobre a Associação Atlética das Palmeiras, em dezembro de 1916, pelo Campeonato Paulista.