Endrick brilha, e Zico marca na vitória da equipe vermelha no Jogo das Estrelas


Tradicional partida beneficente de fim de ano, o Jogo das Estrelas teve vitória da equipe de Zico. O ex-jogador do Flamengo, que havia perdido pênalti, no primeiro tempo, marcou gol nos minutos finais e ajudou a equipe vermelha a vencer por 8 a 6. Endrick balançou as redes três vezes para o time branco.

Primeiro tempo
O jogo começou logo com um bonito drible de Arrascaeta sobre Carlos Alberto. O meia aplicou uma caneta no ex-jogador e levou os torcedores do Flamengo ao delírio no Maracanã. Aos 5', o placar foi aberto por Sávio, após assistência de Petkovic.

Dois minutos depois, um gol da equipe vermelha com cara de Flamengo. Arrascaeta lançou Éverton Ribeiro, que tocou por cima de Carlos Germano para ampliar o marcador. A equipe branca diminuiu aos 12', com golaço de Djalminha após passe de Endrick.


+ Filhos de Sandra, filha 'não reconhecida' de Pelé, visitam avô no hospital e posam em foto com herdeiras

Aos 21 minutos, Zico teve oportunidade de marcar de pênalti, mas Carlos Germano defendeu. No lance seguinte, o dono da festa teve outra chance, mas o ex-goleiro do Vasco pegou novamente. Aos 25', Sávio marcou de novo e deixou o placar em 3 a 1.

Sorín puxou Éverton Ribeiro na área aos 33 minutos, mas Zico deixou a cobrança para Júnior, que não desperdiçou. Já no fim da etapa inicial, brilhou a estrela de Endrick, que marcou duas vezes e diminuiu o placar para 4 a 3

Jogo das Estrelas
Jogo das Estrelas

Drible de Arrascaeta em Carlos Alberto levou os torcedores do Flamengo ao delírio no Maracanã (Armando Paiva / LANCE!)

Segundo tempo
Logo no início da etapa final, Jeffinho deixou tudo igual no placar para a equipe branca. O atacante recebeu em velocidade e chutou no canto do goleiro. Já aos 22', Hernane Brocador colocou a equipe vermelha novamente na frente: 5 a 4.

Artilheiro dos gols bonitos, Dodô empatou a partida aos 32 minutos, com um golaço por cima do goleiro. Três minutos depois, Felipe Coimbra, neto de Zico, marcou um golaço, em chute de canhota no ângulo. Endrick tratou de deixar tudo igual de novo, aos 38'.

Mas faltava o dele. Aos 44', Zico recebeu na área, sozinho, e tocou para o gol, levando o público à loucura. Os rubro-negros presentes gritaram em unanimidade: "o Zico é nosso rei!".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nos acréscimos, ainda deu tempo do neto do ex-jogador marcar para dar números finais à partida, que contou com público de 60.356 torcedores.