Enderson Moreira teme que o Cruzeiro fique no Z4 no início da Série B por quatro ou cinco rodadas

Valinor Conteúdo
LANCE!


Punido com a perda de seis pontos no Brasileiro da Série B pela FIFA por não pagar 850 mil euros(quase R$ 5 milhões) ao Al Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denílson, em 2016, geram preocupações no técnico Enderson Moreira.

O treinador da Raposa já tem como perspectiva negativa para o início da competição, ficar pelo menos quatro ou cinco rodadas na zona do rebaixamento, mesmo que o clube vença partidas no começo do campeonato.

-Foi uma grande derrota que tivemos, na verdade, antes de o campeonato ser iniciado. Eu preciso ser muito claro e transparente com o torcedor: vamos conviver com a zona de rebaixamento por pelo menos umas quatro ou cinco rodadas, não há como escapar disso. Você olha para a tabela, e o Cruzeiro vai estar ali perto. Por mais que a gente consiga vencer os jogos, podemos ter um empate fora de casa, não conseguir um bom resultado. Precisamos ter tranquilidade para entender esse início-disse Enderson, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Enderson quer que o Cruzeiro comece a Série B em alta rotação, para tirar a pontuação negativa na tabela. E, a meta está estabelecida: vencer os jogos das duas primeiras rodadas contra Botafogo de Ribeirão Preto, em Minas Gerais, e Guarani, fora de casa.






-Se a gente ganha os dois primeiros jogos, estamos com menos seis, aí vamos a zero. Não vamos sair de uma rabeira de classificação, e ainda contando que os adversários não consigam pontuar. Vamos conviver com isso por um tempo maior- explicou.

O comandante da Raposa quer uma equipe de bom futebol com boa sequência na competição, sendo um time regular, evitando oscilações.

-Se nosso time demonstrar ao torcedor, a vocês da imprensa e aos nosso adversários um futebol de qualidade, podemos minimizar muito essa pressão. Tenho certeza que o torcedor vai olhar e falar: ‘o time está jogando bem, é questão de tempo chegar à zona de classificação' e conquistar uma pontuação suficiente para esse retorno. Agora, se a equipe tiver dificuldade para enfrentar os adversários, claro que a pressão será maior neste início de campeonato-finalizou o treinador que terá uma outra missão quando o futebol voltar: colocar o Cruzeiro no G4 do Campeonato Mineiro, se o torneio tiver recomeço.


O time celeste está na quinta posição no Estadual com 14 pontos. E, em seu último jogo na competição, no dia em 15 de março, perdeu para o Coimbra por 1 a 0, no Independência, pela nona rodada do Mineiro, ficando de fora do G4 que leva ao mata-mata do campeonato.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também