Enderson Moreira elogia Confiança e enaltece o emocional do Botafogo: ‘Conseguimos manter a organização’

·2 min de leitura


O Botafogo venceu o Confiança por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos, pela Série B. A equipe teve dificuldades de criação e sofreu com a marcação do Confiança. Em coletiva, o técnico Enderson Moreira disse que as alterações feitas na segunda etapa mudaram o jogo e garantiram a vitória. Ele também elogiou a atuação do adversário, que luta para permanecer na segunda divisão do Brasileiro.

- O primeiro tempo, apesar da posse de bola, estávamos com uma lentidão na troca de passes e precisávamos acelerar. Voltamos um pouco melhor, mas com as substituições, houve um crescimento na intensidade e força, até pelos jogadores e conseguimos criar o gol e outras oportunidades. Mas temos que valorizar a equipe do Confiança também. Às vezes temos a noção de que ‘ah eles estão lá embaixo…’, mas é uma das equipes que mais pontuou nas últimas rodadas. Enaltecer a organização da equipe, madura e dificultando o jogo, para que pudéssemos nos perder em aspectos emocionais. Ponto positivo da nossa equipe foi que conseguimos manter a organização, ter paciência para poder buscar o resultado sem dar chances ao adversário - comentou o treinador.

No final da segunda etapa, teve um lance em que o árbitro Sávio Pereira Sampaio marcou a penalidade a favor do Botafogo, antes da finalização da jogada. Porém, após a análise no VAR, o árbitro viu que se equivocou e voltou atrás de sua decisão. Enderson Moreira comentou sobre o lance e expôs sua opinião sobre a arbitragem no futebol brasileiro.

> Barreto, do Botafogo, recebe o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra o Vasco

- É muito difícil arbitrar, controlar o jogo. Um outro ponto que eu acho que atrapalha muito é que o jogador brasileiro é, no futebol mundial, o que mais simula situações. É o tempo todo jogadas que seriam normais de tomar decisões e, às vezes, por um certo ‘teatro’ do atleta, acaba complicando muito. Isso atrapalha demais a arbitragem, faz com que o árbitro fique sempre tomando decisões em lances que talvez teria mais certeza. É o meu pensamento, acho que a evolução do futebol passa para que a gente consiga fazer com que nossos atletas possam fazer o jogo da melhor forma possível sem esse artifício. E vemos isso a todo instante, é goleiro que cai, jogador que vai ser substituído que cai e essas coisas só prejudicam o jogo.

- Em relação ao lance, acho que ele acabou se equivocando, ele poderia ter esperado terminar. Mas são situações difíceis, quando ele não apita a gente reclama. Infelizmente acabou atrapalhando a sequência do lance, mas temos que entender de uma maneira geral que o VAR não errou nessa marcação. E apesar disso, conseguimos manter o resultado e a vitória.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos