Empresário que tentou colocar Drogba no Corinthians é preso por porte ilegal de armas

LANCE!
·1 minuto de leitura


O ex-diretor do Vasco Franck de Sá Assunção foi preso na noite de sexta-feira, por porte ilegal de armas, em Campinas, São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o empresário, que tentou levar Drogba para o Corinthians, em 2017, foi encontrado na Vila Mimosa após um motorista de aplicativo acionar a Polícia Militar relatando ter sido agredido com um soco e ameaçado com uma arma, quando estava na Avenida Mirandópolis. A informação é do site "G1".


>> Veja a tabela do Campeonato Paulista


O empresário foi encontrado a 50 metros do local com uma mochila. Segundo a PM, foram encontrados dentro dela e apreendidos um revólver .38, com cinco munições intactas, um revólver .22, com várias munições, máscaras, um martelo e fitas de nylon.

- O indiciado estava visivelmente alterado, sendo necessário o uso de força física moderada para contê-lo. Ele admitiu que tinha mais munições na casa dele. Diligenciando nessa localidade, foram encontradas mais munições na casa dele - diz o boletim de ocorrência registrado na 2ª Delegacia Seccional da metrópole como posse/porte ilegal de armas.

Franck teve uma passagem relâmpago pela diretoria do Vasco, clube qual do qual é sócio. Ele esteve no cargo de diretor por apenas 30 dias. Além de tentar levar o marfinense Drogba para o Corinthians, em 2017, ele tentou colocar o italiano Christian Vieri no Botafogo de Ribeirão Preto, em 2009.

Franck de Sá Assunção apreensão
Franck de Sá Assunção apreensão

Material que estava com Franck e apreendido pela Polícia Civil (Foto: Divulgação/Polícia Civil de Campinas)