Empresário prega cautela sobre volta de Miocic e não descarta superluta contra Fury

AgFight

Sem lutar desde agosto de 2019, quando nocauteou Daniel Cormier e recuperou o cinturão peso-pesado do Ultimate, Stipe Miocic ainda não tem previsão de quando voltará ao octógono para defender sua coroa. Após passar por uma cirurgia na retina, o americano planeja um retorno somente quando estiver 100% fisicamente e não descarta uma superluta fora do UFC. Pelo menos foi o que garantiu seu empresário, Jim Walter.

Em entrevista ao site da ‘ESPN’ americana, o agente ressaltou que a prioridade é a saúde do peso-pesado, sem qualquer pressa para acelerar uma volta arriscada. Walter admitiu que a ideia do americano é fazer um confronto diante de um adversário inédito, o que aumenta a expectativa de uma possível luta contra o pugilista Tyson Fury.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Depois que sua saúde estiver 100%, esperamos ter Stipe de volta à competição este ano em uma luta que faça sentido e contra um oponente que Stipe nunca havia batido antes. Ele está mais do que disposto a defender seu cinturão. Se houver uma oportunidade fora do UFC, Tyson Fury e Stipe conversaram em Las Vegas na luta de Conor McGregor (UFC 246)”, afirmou, emendando sobre a ajuda médica que o atleta vem recebendo.

“A saúde de Miocic é sua principal prioridade. Estamos trabalhando com uma colaboração de uma variedade de profissionais médicos para ajudar a garantir que Miocic pode voltar à competição – seja no octógono ou no ringue de boxe”, afirmou .

Apesar do desejo de Stipe Miocic, o UFC também trabalha com a possibilidade de uma trilogia diante de Daniel Cormier. ‘DC’ inclusive tem pedido por esse duelo, que pode ser o último de sua carreira. Ambos os lutadores já se enfrentaram duas vezes com uma vitória para cada.

Leia também