Empresária relata assédio de presidente da Federação Francesa

Noel Le Graet é acusado de assédio sexual por agente de futebol (Foto: FRANCK FIFE / AFP)


Após ser protagonista em uma polêmica envolvendo o nome de Zidane, Noel Le Graet, presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), é alvo de uma acusação de assédio sexual por parte da empresária Sonia Souid. Em entrevista ao "L'Équipe", a agente de futebol relatou como a importunação por parte do mandatário começou.

Em 2013, Souid conseguiu entrar em contato com Le Graet visando o desenvolvimento do futebol feminino na França. Após uma boa primeira impressão, a intermediária afirmou que as atitudes do mandatário mudaram durante um encontro em seu apartamento marcado para que a jovem encontrasse Brigitte Henriques, dirigente influente na FFF, em 2014.

+ Federação internacional aponta quais foram os melhores técnicos de clubes do mundo em 2022

- Tinha 28 anos e era uma jovem agente, e ele tinha 72 anos e era o presidente da FFF. Vamos conversar sobre futebol feminino. Estava feliz por ter um encontro tão rápido com alguém como ele. Mas ele nunca me olhou como uma empresária, mas sim como um doce. Para falar vulgarmente, ele me olhou com dois peitos e uma bunda. Quando chego, já vejo duas taças de champanhe cheias. E aguardo Brigitte Henriques. Eu não toquei (nas taças). Eu também estava com medo de que houvesse algo nele.

Neste episódio, Sonia Souid revelou que Le Graet queria levá-la para sua cama e afirmou que durante muitos anos recebeu ligações e mensagens do presidente da FFF visando interesses pessoais e escusos.

- Ele deixou claro para mim que gostaria que eu acabasse na cama dele. Durante quatro anos, durante os quais o presidente da sua Federação flerta com você todas as vezes, pede para vê-lo, convida-o para sua casa, balança coisas para você, quando a única coisa que ele quer é que você compartilhe sua cama. Psicologicamente, é muito difícil. É uma pessoa que escreve pouco. Ele liga muito. Tenho mensagens de voz e algumas mensagens SMS: ''Você está disponível amanhã à noite? Eu insisto''. Ou ele me escreve: ''Estou com saudades''.

Na última segunda-feira, Noel Le Graet foi criticado por Amélie Oudéa-Castéra, Ministra de Esportes da França, por conta da forma como falou de Zidane, um dos maiores ídolos do país. Resta saber se a denúncia de Sonia Souid resultará em consequência para o mandatário de 81 anos de idade nas próximas semanas.