Empolgado após goleada, Botafogo tenta garantir vaga na fase final

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Botafogo respira um pouco mais aliviado após a boa vitória conquistada na última quinta-feira (30), ao bater a Portuguesa por 4 a 1 em Los Larios -a primeira goleada da temporada, por sinal.

Ocupando a segunda posição do grupo B, com 10 pontos, o alvinegro agora depende só de si para conseguir a classificação à próxima fase da Taça Rio e também para se garantir na fase final do Campeonato Carioca. Para isso, precisa vencer o Resende neste domingo (2), às 16h, no Engenhão, em partida válida pela sexta e última rodada da Taça Guanabara. Com qualquer outro placar o clube passa a depender de outras combinações de resultados.

E o clima não poderia ser melhor em General Severiano. Não só pelo número de gols, mas pela boa atuação de todo o elenco. “O Gilson, reserva imediato do Victor Luis, entrou, deu duas assistências e fez um belo gol. Estamos deixando o grupo homogêneo”, ressaltou o treinador Jair Ventura.

Quem começa a ganhar confiança é o meia argentino Montillo, que entrou na segunda etapa contra a Portuguesa e foi o maestro do Botafogo. Foi sua primeira grande atuação pelo clube. Além de uma assistência, o meia ainda deu bons passes para Roger e Sassá, que não acertaram a finalização na cara do gol.

Já o Resende precisa de uma vitória para não correr o risco de disputar a seletiva do estadual em 2018. “Independente de quem vamos enfrentar, a responsabilidade é toda nossa, não é do Botafogo. Não podemos deixar o Resende disputar a seletiva ano que vem. Encontramos o clube na elite e temos que deixá-lo no mesmo lugar”, afirmou o atacante Jhulliam.

BOTAFOGO

Gatito Fernández; Marcinho, Emerson Silva, Renan Fonseca, Gilson; Aírton, Fernandes, Bruno Silva, Camilo; Joel (Montillo) e Roger (Sassá). T.: Jair Ventura

RESENDE

Arthur; Muriel, Rogério, Thiago Sales, Dieyson; Marcelo Costa, Léo Silva, Kiros, Marcel; Pingo, Jhulliam. T.: Ademir Fonseca.

Estádio: Engenhão

Horário: 16h